Tribuna das Ilhas

quarta, 09 junho 2010 16:16

Secretário-geral da JS no Faial

Na tarde de ontem o secretário-geral da Juventude Socialista, Duarte Cordeiro, visitou a Câmara Municipal da Horta, onde foi recebido por João Castro. O presidente da autarquia esteve à conversa com o dirigente da JS e com a comitiva que o acompanhou, e de seguida fez de cicerone numa visita guiada pelos Paços do Concelho.

No final da visita, Duarte Cordeiro falou ao Tribuna das Ilhas, realçando que esta passagem pelos Açores teve por objectivo essencial “conhecer melhor as políticas regionais e as políticas locais autárquicas”. “Para nós é muito importante valorizar o autarca socialista e conhecer as suas políticas”, frisou, destacando o que considera ser o exemplo positivo que encontrou no Faial: “percebi que a Horta foi dos primeiros municípios dos Açores a ter um Conselho Municipal de Juventude. João Castro transmitiu-nos que este funciona muito bem, e isso é um exemplo que queremos generalizar na Região, alargando a outros municípios”. Para o líder da JS nacional, a Horta é “um bom exemplo” uma vez que o Conselho Municipal da Juventude “trouxe os jovens à participação política”.

Após a visita ao Gabinete de Apoio ao Munícipe, Duarte Cordeiro salientou a “relação de proximidade para com o cidadão, através da modernização dos serviços autárquicos” que encontrou na Câmara Municipal da Horta.

Duarte Cordeiro salientou ainda o “excelente relacionamento” entre a Juventude Socialista nacional e a JS/Açores. O dirigente disse que acompanha com interesse o trabalho de Berto Messias e Francisco César na Assembleia Regional: “os deputados regionais da JS/A têm apresentado trabalho regular em áreas em que a JS se quer valorizar: área do ambiente, do empreendedorismo… Por isso é muito importante para os jovens socialistas de todo o país conhecerem o bom trabalho da JS/A”, referiu.

Nos Açores, a visita do secretário-geral da JS abrangeu também as ilhas de São Miguel e Terceira.

NOS PAÇOS DO CONCELHO João Castro recebeu o líder da JS nacional, acompanhado por uma comitiva integrada também pelo líder da JS/Açores, Berto Messias

Durante cerca de 8 dias decorrem no “Centro do Mar”, antiga Fábrica da Baleia, os Encontros de Porto Pim 2010. Este evento envolve um conjunto de actividades artísticas, culturais, desportivas, náuticas e ambientais que partem de uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal da Horta, da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, do Observatório do Mar dos Açores, entre outros.

A inauguração da sinalética do Parque de Esculturas “Entre Montes”, no próximo domingo, marca o arranque do programa destes Encontros de Porto Pim, que prossegue até ao dia 20.

Do programa consta a realização de um workshop de Reciclagem, e a acção ambiental “Vem plantar uma endémica”, bem como percursos pedestres, construções na areia, vela, canoagem, concurso de pintura e documentários.  

A música e o teatro também não vão faltar. Após a sessão de abertura, haverá um espectáculo de dança, e no sábado a artista faialense Renatah Rodrigues sobe ao palco. No domingo o Grupo de Teatro “Montanha Russa” apresentará uma peça na Praia do Porto Pim.

Estes Encontros terminam com o Duatlo “Açoreana de Seguros”.

Um dos pontos altos destes do evento passa pela exibição do Documentário da RTP/Açores “Porto Pim, antes e depois do Homem”, que dará o mote para uma tertúlia, após a apresentação do filme.

Na conferência de apresentação do programa dos Encontros de Porto Pim 2010, que decorreu ao início da tarde de ontem na Rampa do Centro do Mar – Antiga Fábrica da Baleia, um monumento histórico do Faial, Rui Santos, vereador da Câmara Municipal da Horta, referiu que “os Encontros de Porto Pim, pela história que têm, pelo seu passado, apresentam-se como uma actividade importante em que a CMH deve estar presente e que deve apoiar”.

O vereador lembrou que até agora a autarquia tem participado como parceira nestes Encontros, no entanto este ano juntou-se ao OMA e à SRAM na qualidade de organizadora. 

Na edição deste ano, a organização pretendeu uma abrangência maior, por isso convidou outros parceiros, como a Associação de Desportos do Faial, o Clube Naval da Horta, a RTP/Açores e a Junta de Freguesia das Angústias, ficando os mesmos responsáveis pela organização de algumas das actividades que constam no programa.

Presente nesta conferência esteve também José Nuno Pereira, representante do OMA, que se mostrou bastante satisfeito com mais esta realização dos Encontros de Porto Pim e com a grande diversidade de actividades apresentadas. “É com agrado que participamos mais este ano na organização destes Encontros, que resultam de uma sinergia entres estas três principais entidades, que se tem vindo a alargar e que pelos vistos ainda se vai alargar a mais entidades, o que nos parece bastante positivo”, referiu.  

A representar a SRAM esteve João Melo, que falou da participação desta Secretaria nestes Encontros com o objectivo de sensibilizar e educar para o Ambiente. “Este evento insere-se numa política de sensibilização e educação ambiental, daí que a nossa participação seja essencialmente nessa óptica, que são os percursos pedestres, a flora e fauna do Monte da Guia e a plantação das endémicas”, disse, salientando que, de facto, a Educação e a Sensibilização Ambiental compõem “um dos pilares fundamentais” da acção da SRAM.

O PSD/Açores lamentou “as declarações infelizes do presidente do governo regional, ao referir que o executivo optou pelo cais de cruzeiros e pelo reordenamento da bacia da Horta, por considerar esse investimento mais importante que o estádio Mário Lino, no Faial”, sendo que a explicação foi precedida da expressão “se me perguntassem o que era mais importante”, cita um requerimento dos deputados social-democratas, “para que o presidente justificasse a opção da tutela e exemplificasse o seu pensamento”, explicam.

No documento enviado à Assembleia Legislativa e a que Tribuna das Ilhas teve acesso, os parlamentares do PSD consideram que “o exemplo utilizado se revelou equívoco e exige um completo esclarecimento sobre aquelas que são de facto as orientações regionais do governo, nomeadamente quanto aos critérios a utilizar para outros investimentos similares previstos para a região e inscritos no plano para 2010”, adianta Jorge Costa Pereira.

“O mesmo presidente do governo, na passada semana, referiu-se às prioridades dos investimentos em curso na região afirmando que qualquer rectificação não iria ocorrer por carências ou desequilíbrios, mas porque em função da situação que vivemos, é mais importante criar dimensões geradoras de emprego do que assumir empreendimentos que só terão um efeito a médio prazo, sem criarem emprego ou serem economicamente reprodutivos”, lembrou o parlamentar laranja.

“Se é nesse sentido que o governo equaciona os investimentos, e considerando que neste período de crise importa afectar os recursos públicos aos princípios que o presidente do governo enunciou”, os deputados social-democratas querem saber se “a conclusão de Carlos César de que o investimento no estádio Mário Lino não é prioritário porque não gera emprego nem tem efeitos multiplicadores na economia, se poderá também aplicar a outros casos”, refere Jorge Costa Pereira.

“Está prevista a construção e a beneficiação de instalações desportivas do parque desportivo de São Miguel num valor de 600 mil euros, assim como para o parque desportivo da Terceira, mas num valor de 400 mil euros”, exemplifica.

“A requalificação do estádio de São Miguel, que inclui a sua cobertura e obras nos espaços envolventes está dotada com 500 mil euros, havendo obras previstas para o Estádio João Paulo II, na Terceira, no valor de 25 mil euros”, continua o deputado do PSD, que quer saber “qual a programação prevista para a concretização de cada um desses investimentos e qual a programação prevista agora para a construção do estádio Mário Lino”, concluiu o social-democrata.

 

Contrariamente à informação oficiosa a que tivemos acesso a droga que circulou esta tarde no Porto da Horta teve como destino final Lisboa, onde vai ser incinerada.

Após confirmação oficial, Tribuna das Ilhas apurou que a Guarda Nacional Republicana, com a colaboração da Marinha de Guerra Portuguesa, fez o transporte de droga que havia sido apreendida no Faial, rumo a Lisboa onde deverá ser destruída.

Primeiramente todo o aparato fazia crer que se tratava de uma apreensão mas, repostos os factos, afinal trata-se de uma operação conjunta e normal.

 

segunda, 07 junho 2010 11:53

III semana da astronomia

Começa hoje a  “III Semana da Astronomia da Cidade da Horta”, que se prolongará até o próximo dia 11 de Junho.

A III Semana da Astronomia uma organização da Câmara Municipal da Horta com a colaboração do NUCLIO – Núcleo Interactivo de Astronomia, Ano Internacional da Astronomia e Ciência Viva.

Este ano pela primeira vez irá realizar-se uma formação específica creditada para professores “Descobre o teu Universo!. Vamos aprender e... ensinar Astronomia?” no Espaço TIC da Câmara Municipal da Horta.

Trata-se de um curso de formação com o objectivo de apoiar docentes dos ensinos básicos e secundário no auxílio a actividades de Astronomia nas Escolas. Esta iniciativa integra-se no projecto chave (cornerstone project) da UAI denominado Galileo Teacher Training Program.

O projecto irá percorrer escolas, desde o pré-escolar ao ensino profissional com palestras adequadas a cada faixa etária e observações solares.

Para o público em geral realça-se a palestra “O ciclo de vida das Estrelas” pelo Professor Doutor Carlos Santos, que terá lugar no pequeno auditório do Teatro Faialense pelas 21h00 do dia 9 de Junho.

De 7 a 10 de Junho haverá sessões de observação nocturna no Monte da Guia destinadas ao público em geral pelas 22h00. No dia 10 de Junho pelas 16h00 realiza-se no Largo do Infante uma sessão de observação solar aberta a todos os Faialenses (ambas actividades estão sujeitas ás condições atmosféricas).