Tribuna das Ilhas

Maria José

Maria José

quarta, 22 fevereiro 2012 12:46

Miss EryKlub

 Vai realizar-se no próximo fim-de-semana, a eleição de Miss Eryklub 2012.

Numa iniciativa da nova gerência protagonizada por Emanuel Freitas este é um evento que contará com 12 participantes que vão desfilar vestidas pela nova colecção da Boutique "4 Estações".

A maquilhagem estará a cargo de Patrícia Faria e os cabelos serão penteados por Hélia Silva.

Os prémios variam entre os 100€ em compras na boutique "4 Estaçoes", Vale de 20€ na Boutique "Moduz" e tratamento de Beleza no Gabinete de Estética de Patricia Faria.

 

 

 

Arquitectos, engenheiros, técnicos e elementos da autarquia faialense estiveram reunidos à mesma mesa, na tarde da passada terça-feira, para conheceram a nova metodologia na divisão de desenvolvimento e gestão urbanística que a CMH preparou e já implementou.

Maior eficiência e celeridade no tratamento dos processos e requerimentos de gestão urbanística são os principais objectivos desta nova metodologia de trabalho, que implica novos procedimentos internos e uma plataforma informática com maior capacidade de resposta.

João Castro, salientou que a nova metodologia pretende cumprir integralmente todos os prazos legais de resposta e se, possível, diminuir o tempo necessário para análise de processos que dependam única e exclusivamente de uma resposta da autarquia.

Neste contexto, é introduzido na Câmara Municipal da Horta a figura do gestor de procedimento, já prevista na lei, que acompanhará o andamento e instrução dos processos, aumentando, igualmente, o número de contactos directos já existentes com os gabinetes técnicos de forma a facilitar a resolução e esclarecimento de dúvidas ao longo de todo o processo.

Com a alteração de metodologia foi necessário alterar o sistema informático de suporte, que, no entender da autarquia vai garantir optimização funcional e celeridade na produção de documentos ao munícipe.

Com esta nova ferramenta, no acto de entrega de processos e pedidos de obra no Gabinete de Atendimento ao Munícipe (GAM) da Câmara Municipal da Horta, passam a ser validados os requerimentos/ processos através da aplicação informática e a serem rejeitados todos os que careçam de elementos necessários à correcta instrução.

Para além da nova metodologia de trabalho e plataforma informática associada à sua implementação, a autarquia amplia, simultaneamente, os atendimentos já disponíveis com os munícipes, que, para além de diariamente ser presencial no GAM e semanalmente com os técnicos da Divisão de Desenvolvimento e Gestão Urbanística, a título experimental funcionará o atendimento por videoconferência através da Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. extensível ao atendimento ao presidente às terças-feiras à tarde, através de marcação prévia com o gabinete de apoio.

Tribuna das Ilhas, que ouviu a explicação sobre esta nova plataforma, quis saber a opinião dos profissionais do sector, uma vez que, as queixas mais frequentes, quer destes quer dos munícipes se prendem com o incumprimento dos prazos.

Pedro Porteiro, arquitecto, disse a este semanário que “apesar desta ferramenta ser experimental tem tudo para funcionar e se funcionar vai, sem dúvida, ser uma mais valia.”

Sobre a personalização de procedimentos, Porteiro diz que “é uma medida que vai facilitar em muito as nossas funções, sem sombra de dúvida”.

 

 

 

As alterações registadas no preço do petróleo, durante as últimas semanas, nos mercados internacionais, vão levar a uma aCtualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores.

Esta actualização consiste na subida em dois cêntimos por litro das gasolinas 95 e 98, dos gasóleos rodoviário, agrícola e pescas, de dois cêntimos por quilo do gás para consumo doméstico e de um cêntimo por quilo no fuel.

Os novos preços entram em vigor às 00h00 desta quinta-feira.

 

Estiveram reunidos terça-feira na cidade da Horta os elementos do Conselho Consultivo Regional das Águas Ocidentais (CCR) do Sul da Europa.

Em cima da mesa estiveram vários temas, de entre os quais a Politica Comum de Pescas

O CCR reuniu todos os actores da pesca para propor à Comissão Europeia e aos Estados-Membros avisos na gestão das pescas no Atlântico sul, no sentido de incentivar a participação das partes interessadas para atingir os objectivos de pesca sustentável fixados pela Política Comum da Pesca. 

Os responsáveis franceses que fazem parte deste Conselhor consideram que “a decisão de termos decidido propor uma nova gestão das águas da Macaronésia é, no nosso entender, um melhoramento. É uma proposta muito forte para o sector e que deverá ser discutida com os pescadores do continente que vêm cá muitas vezes por ano” – afirmaram. 

José António Fernandes, da associação de armadores de pesca artesanal do Pico é o presidente da federação de pescas dos Açores e deste Conselho Consultivo.

No final da reunião disse aos jornalistas que “a frota espanhola que pesca à volta dos Açores tem interesses contrários aos nossos, pelo que vamos tentar entregar ainda este mês o documento com as nossas propostas de alteração a Bruxelas”.  

A política comum das pescas (PCP) assenta numa organização comum de mercado (OCM) desde Outubro de 1970. Essa OCM destina-se a encontrar um justo equilíbrio entre a oferta e a procura, no interesse dos pescadores e dos consumidores europeus.

A PCP tem por objectivos a protecção das unidades populacionais contra a pesca excessiva, a garantia de um rendimento para os pescadores, o abastecimento regular dos consumidores e da indústria transformadora a preços razoáveis, bem como a exploração sustentável dos recursos vivos marinhos de um ponto de vista biológico, ambiental e económico.

De registar que este Conselho Consultivo reúne elementos de vários grupos de trabalho que reúnem 102 associações do sector das pescas.

Neste conselho têm assento representantes das mais variadas instituições, desde associações de pescadores e armadores, passando pelo comércio e indústria, mas também pela pesca desportiva e pelas associações ambientalistas e de consumidores.

 

 

 

Lia Goulart, natural da ilha do Faial, foi uma das vencedoras do concurso Labjovem 2011 na vertente das artes cénicas. Lia Goulart apresentou “A volta ao corpo em 40 minutos” e com isto foi-lhe atribuída uma bolsa de estudo. O Governo Regional dos Açores, através da Direcção Regional da Juventude, e com organização da Associação Cultural Burra de Milho, apresentou, no passado dia 11 de Fevereiro os nomes dos projectos e dos artistas seleccionados no concurso LABJOVEM 2011.

A apresentação decorreu na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, com a instalação de arte digital intitulada k.~, ?, autómatos universais, da autoria do artista André Sier e a actuação dos Wicked Jamaica – projecto seleccionado na área de música da 2ª edição do LABJOVEM – Concurso de Jovens Criadores dos Açores (2009).

Na área da ilustração e banda desenhada também o faialense Marco Fraga da Silva ficou em terceiro lugar com o trabalho “O Aquário”.

Luís Bicudo e o seu filme “Banana do Pico”, foi o grande vencedor da categoria vídeo e ganhou uma bolsa de estudo.

Todos os projectos seleccionados estarão presentes na MOSTRA LABJOVEM 2012, um programa itinerante que pretende de forma continuada difundir o trabalho dos jovens criadores, englobando Exposição de Arquitectura, Artes Plásticas, Design de Moda, Design Gráfico, Fotografia, Ilustração e Banda Desenhada.

Englobam ainda a apresentação de espectáculos nas áreas de Artes Cénicas e Música, a apresentação de uma Mostra de Vídeo, a elaboração de um catálogo geral dos projectos seleccionados e a edição de uma colectânea dos projectos seleccionados nas áreas de Música e Vídeo.

Está prevista ainda a publicação de obras literárias através da colecção de literatura LABJOVEM, da responsabilidade da Direcção Regional da Cultura.

O Concurso LABJOVEM é um projecto que visa incentivar e promover jovens criadores das diferentes áreas artísticas, servindo de plataforma a uma nova geração de artistas açorianos. As áreas contempladas nesta terceira edição do concurso são: Arquitectura, Artes Cénicas, Artes Plásticas, Design de Moda, Design Gráfico, Fotografia, Ilustração e Banda Desenhada, Literatura, Música, Vídeo.