Tribuna das Ilhas

O PSD/Faial lamenta que as últimas declarações do Secretário Regional dos Transportes, Vitor Fraga, “não reconhecendo problemas de agitação marítima no Porto da Horta, confirmem uma total alienação da realidade e dos problemas causados pela obra do Governo Regional naquela estrutura. Confirma que os nossos governantes desconhecem a realidade do Porto da Horta”, referem.

Segundo a comissão política presidida por Estevão Gomes, é um dado adquirido que a intervenção, “além de ter sido reduzida em quase um terço face ao projeto inicial, aumentou a agitação marítima no interior do porto, prejudicando gravemente um dos portos mais abrigados dos Açores. Perdeu-se essa qualidade e limitou-se o seu desenvolvimento”, criticam.

Há muito que o PSD local vem alertando para o que considera “uma má intervenção”, por entender que o Porto da Horta “é determinante para a ilha do Faial e para os Açores”. As forças vivas do Faial, os profissionais da pesca, da investigação e das atividades marítimo-turísticas, comerciais e lúdicas da ilha, “têm que ser envolvidos e participantes nas decisões sobre o futuro daquela estrutura”, defendem.

“Mais grave é que o PS do Faial, através das suas deputadas na Assembleia Regional, não reconhece os problemas causados, e até valoriza os números do investimento, depreciando as consequências daquelas intervenções no desenvolvimento do Porto da Horta”, referem os social democratas.

“Os efeitos negativos que a obra teve na estabilidade do porto, originou a que os barcos não consigam abastecer, ou tenham que se deslocar para a baia da Feteira em busca de abrigo”, acrescentam.

O PSD considera que existe uma postura deliberada “de excluir o Faial, os faialenses e as estruturas associativas, assim como os responsáveis políticos, dos investimentos a realizar no porto, como afirmou o próprio Presidente da Câmara Municipal da Horta. Não podemos deixar de questionar isso”, adiantam.

“O presidente da Câmara Municipal foi levar sugestões à empresa Portos dos Açores. Mas não sabemos que sugestões foram essas, baseadas em que fundamentos, quem proporcionou os pareceres técnicos, ou se os mesmos estão interligados com a obra da frente mar”, acrescenta a comissão política de ilha.

O PSD lembra igualmente as declarações da deputada Isabel Correia (PS), ao dizer que o presidente da Câmara da Horta “apresentou soluções”. Ou seja, “as sugestões passaram a soluções, não se sabe quando nem como, pois continuamos a desconhecê-las”, sublinham.

Para os social democratas, “o povo faialense e as suas estruturas associativas continuam a ser excluídos de uma obra estruturante para a ilha. É o Faial que se deve unir para defender o Porto da Horta no seu papel histórico, atual e futuro, como uma referência nos Açores”, concluem.

Tem início hoje, oficialmente, a festa do basquetebol em Albufeira no Algarve.

Depois de uma manhã de treinos a tarde é de descanso para os atletas que vão começar intensamente esta festa.

Hoje Tribuna das Ilhas conversou com Catarina Pereira, jogadora sub-1 4 do Fayal Sport Clube e que integra a seleção Açores.

Também Catarina começou a jogar influenciada pela sua irmã, há sete anos a esta parte. “Fascina-me praticar um desporto que não envolva uma baliza ou ter que jogar com os pés. O trabalho em equipa também é algo que gosto bastante e não me imagino sem poder jogar”.

Com um desejo enorme de evoluir, Catarina diz que até ser apurada para a seleção “trabalhei bastante com as minhas treinadoras. O meu primeiro objetivo foi chegar à seleção Faial e posteriormente à seleção Açores, ter conseguido foi ótimo.”

A jovem Catarina Pereira diz que o trabalho para se aprimorarem as qualidades de uma basquetebolista passa não só pelos treinos em equipa como também pelos treinos em casa, sobretudo ao domínio da bola e os cestos”.

É a primeira vez que participa na Festa do Basquetebol em Albufeira e conta-nos que “é uma experiência muito boa, temos imensas equipas e jogadoras com imenso potencial. Para além disso aprende-se muito com elas”.

Às colegas de equipa que ficaram no Faial, Catarina deixa uma mensagem de optimismo e perseverança, “trabalhem bastante porque no próximo ano podem ser vocês a ter esta experiência”. 

Através do link abaixo pode acompanhar toda a Festa do Basquetebol e a comitiva açoriana:

 

http://www.record.pt/especial/festa-do-basquetebol/detalhe/festa-do-basquetebol-com-aplicacao-para-telemovel.html

A Fundação Rui Osório de Castro, instituição na área do cancro pediátrico que se dedica a colmatar a pouca e difusa informação existente sobre o tema, acaba de lançar um novo vídeo animado sobre tipos de cancro, desta vez focado nos tumores no sistema nervoso central. Este vídeo, o segundo do projeto da Fundação Rui Osório de Castro, que aborda os tipos de cancro mais comuns no universo pediátrico, visa explicar de forma simples e em formato animado, o que são estes tipos de cancros e o que isso implica, tendo como destinatários principais as crianças a quem é feito um diagnóstico de cancro, as suas famílias e amigos.

Durante cerca de 5 minutos, acompanhamos ao dia-a-dia do João, uma criança a quem é diagnosticado um Tumor no Sistema Nervoso Central desde o momento dos primeiros sintomas, diagnóstico, tratamento até ao seu gradual regresso à vida normal.

“Todos os anos surgem 350 novos casos de cancro pediátrico e ainda é, infelizmente, a primeira causa de morte não-acidental na população infanto-juvenil”, refere Cristina Potier, diretora geral da Fundação Rui Osório de Castro. “O projeto desenvolvido pela Fundação na criação destes vídeos animados pretende explicar esta complicada doença às crianças e aos seus pais. Com uma abordagem única, os filmes sobre tipos de cancro contam uma história ao mesmo tempo que transmitem informação relevante sobre a área da oncologia pediátrica”, desenvolve. “A história tem por base o acompanhamento do processo de diagnóstico e de recuperação de uma criança com a utilização de linguagem científica adaptada também às crianças, permitindo aprendizagem sobre a doença”.

O primeiro vídeo animado sobre tipos de cancro foi lançado em novembro de 2015 e foi sobre a Leucemia. Este vídeo encontra-se disponível no Youtube, onde já conta com quase 15.000 visualizações, no PIPOP, e em vários sites de referência e nas plataformas das quatro unidades pediátricas oncológicas existentes a nível nacional – IPO de Lisboa, IPO de Coimbra, IPO do Porto e Hospital de São João.   

Foi mais uma vez produzido pela “Almosthere Design Collective”, e contou com o apoio das médicas pediatras Ana Lacerda, Helena Pragosa e Sofia Nunes, do IPOFG de Lisboa, na elaboração do script. A especialista Ana Lacerda deu ainda voz à personagem médica. As vozes das personagens pai e João ficaram, respetivamente, a cargo de Filipe Duarte e Pedro Coelho, da ZOV – Agência de Voz. Os estúdios foram os da Fundação PT e AMEBA e a música de fundo ficou a cargo do cantor Noiserv.

quarta, 05 abril 2017 14:28

SCH no XXX Nazaré Cup

De 9 a 13 Abril, o Sporting Club da Horta estará mais uma vez presente num dos torneios mais prestigiados do país para andebol jovem.
4 equipas nos escalões de minis, infantis, iniciados e juvenis masculinos, num total de 50 atletas, participará no XXX Torneio Internacional Dr.Fernando Soares na Nazaré.

terça, 04 abril 2017 12:03

Praia do Norte Trail Run foi um sucesso

A 1ª edição “Praia do Norte Trail Run” realizou-se no dia 01 de abril de 2017. O dia não foi dos piores em termos meteorológicos, mas houve chuva, lama e frio a animar os atletas.
Foi constituída por uma prova de carácter competitivo Trail Run” (13.5kms) – além de uma Caminhada” de 8km.
O “Trail Run” e a “Caminhada” percorreram caminhos e trilhos da ilha na zona da Freguesia da Praia do Norte, terminando no Edifício Polivalente da Casa do Povo.
Bruno Ávila, Miguel Ávila e Lisuarte Medeiros foram os atletas do pódio dos 12 aos 17 anos masculinos. Na mesma categoria mas femininos, Tatiana Melo foi a primeira.
Já na categoria dos 18 aos 39 anos, Dário Moitoso, José Baptista e Ricardo Ávila foram os 3 primeiros classificados. Na vertente feminina, Letícia Melo, Claúdia Viegas e Dores Silva foram as primeiras.
No escalão dos 40 aos 49 anos, Mário Leal foi o primeiro classificado, seguido de Carlos Garcia e, em terceiro, Carlos Pinheiro. Nos femininos, Susana Garcia foi a vencedora, seguida de Sandra Costa e Elizabeth Brum.
Francisco Salgueiro, Luís Rosa e Vitor Silveira compuseram o pódio dos Mais de 50. Nos femininos, Aurora Silveira foi a vencedora.
Da parte da organização ficou a garantia de que, “para o ano haverá mais”. MJS

Pág. 3 de 58