Tribuna das Ilhas

A Quinta de São Lourenço, foi o local escolhido pela Câmara Municipal da Horta (CMH) para o encerramento do projeto “O Quintal”.

A festa teve lugar na manhã da passada quinta feira, dia 8 de junho e envolveu cerca de 130 crianças do ensino pré-escolar de seis escolas da ilha.

O objetivo principal do projeto, que se iniciou no terceiro período, passa por incentivar e incutir nas crianças o gosto pela agricultura e terra, dando a conhecer o processo dos alimentos desde o cultivo até ao momento que chegam à mesa.

Segundo o presidente da autarquia, José Leonardo Silva este “projeto municipal, dirigido às crianças da pré-escola tem como principal objetivo fazer com aprendam que a sua terra e o seu quintal é muito importante, não só em termos ambientais, mas também na produção da sua  própria alimentação”.

O presidente do executivo camarário explicou que “a novidade deste ano foi a plantação das ervas aromáticas, resultado de uma parceria com o Parque Natural do Faial.”

José Leonardo Silva, adiantou ainda que o facto do seu encerramento acontecer no parque de exposições da Quinta de São Lourenço, se prende com a realização do Encontro do Mundo Rural, que decorreu no passado fim de semana e que teve em vista a promoção do setor primário, que vai de encontro aos objetivos do projeto de reforçar a “ligação com a terra”, disse.

No entender do autarca “é  preciso que as pessoas se identifiquem com a sua terra. É isso que este projeto “O quintal”pretende”. Por outro lado, defendeu ainda que, “o objetivo é de semear nas crianças que de facto a terra é importante”, reforçou.

O presidente destacou a importância do projeto  revelando que “este tem tido um impacto muito positivo, algumas crianças quem nem sabiam o que era um sacho”. “Neste projeto não é a Câmara que está de parabéns, mas as escolas, os professores e os auxiliares de educação que em boa hora perceberam o impacto e a importância desta iniciativa”, frisou.

Durante a manhã as crianças participaram em diversas atividades tais como plantação de árvores, de ervas aromáticas, visitaram e assistiram a um video do Jardim Botânico e parti-ciparam em jogos tradicionais. 

A Equipa “Juntos Fazemos Mais” vai promover no âmbito do projeto “Um Dia Pela Vida”, uma palestra e uma caminhada na freguesia dos Cedros.

Neste contexto, no próximo dia 28 de abril, pelas 20h30, o Polivalente dos Cedros será palco de uma palestra sobre a “Prevenção do Cancro” e “Atividades da Liga Portuguesa Contra o Cancro”.

No dia 29 de abril, terá lugar então a caminhada Solidária, com concentração pelas 15h00 no Adro da Igreja Paroquial.

A caminhada sai do Cabeço do Aica e segue até ao Cabeço da Vigia, no total de 8kms. No final haverá um lanche.

A iniciativa tem a colaboração da Junta de Freguesia dos Cedros e conta com apoio do Projeto “Um Dia pela Vida”.

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

--

http://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

A equipa Sorrisos de Esperança, composta por colaboradores da CMH, associou-se à Liga Portuguesa Contra o Cancro e no âmbito do projeto "Um Dia Pela Vida", promoveu na manhã de segunda feira um Laço Humano no Largo Duque d’Ávila de Bolama.

De acordo com nota de divulgação, o projeto pretende por um lado educar para a prevenção e por outro angariar fundos para apoiar o trabalho desenvolvido por organizações que lutam contra o cancro, nomeadamente a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

O projeto Um Dia Pela Vida (UDPV) iniciou-se nos EUA há quase 30 anos com o nome Relay For Life ou estafeta pela vida. Atualmente 26 nações em todos os continentes e mais de 5500 comunidades fazem-no ajudando organizações que lutam contra o Cancro. Este movimento de solidariedade mundial envolve milhões de pessoas por todo o mundo e já “tocou” cerca de 250.000 pessoas em Portugal.

Pela primeira vez o projeto acontece no Faial, sendo o único a decorrer este ano a nível Açores, e tem como coordenadora Bruna Leal.

O projeto arrancou oficialmente no passado dia 18 de março, e termina a 20 de maio na Quinta de São Lourenço com uma festa que tem a duração de 24horas.

Esta foi mais uma de várias iniciativas a desenvolver no âmbito deste projeto. A próxima será um Jantar Solidário - Rodízio de Carnes na cozinha Comunitária da Conceição, que terá lugar no próximo dia 29 de abril, sábado, pelas 20h00, organizado pela equipa "Lutar para Viver" e cujas receitas revertem favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

--

http://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

O projeto “Um Dia pela Vida”, que acontece pela primeira vez no Faial, arrancou oficialmente no passado dia 18 de março com dez equipas inscritas.

A sessão de abertura, promovida pela Delegação do Faial do Núcleo Regional dos Açores (NRA), decorreu no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça e serviu para apresentar a Comissão Local do projeto, liderada pela responsável local, Bruna Leal, assim como para entregar as pastas de capitão às equipas participantes.

O evento contou ainda com a presença da Coordenadora do projeto “Um Dia Pela Vida”, do Núcleo Regional do Sul da LPCC, Filipa Mendes, que interveio no colóquio médico intitulado “Vamos Falar de Cancro”, sob a responsabilidade da médica oncológica Natacha Amaral que incluiu o testemunho de um doente oncológico.

O projeto “Um Dia Pela Vida” decorre do programa internacional Relay for Life, da American Cancer Society, cujo os principais objetivos visam mudar a atitude da comunidade face à doença, educar e informar e angariar fundos para os programas de prevenção, investigação e atividades da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

 

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

--

http://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

Coordenado por Bruna Leal, o Projeto norte-americano “Um Dia Pela Vida” (UDPV) realiza-se pela primeira vez no Faial e será o único a decorrer a nível Açores, no presente ano.

A reunião geral de apresentação do projeto decorreu no serão da passada terça feira, no auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional da Horta João José da Graça e contou com a presença da responsável pela Delegação do Faial do Núcleo Regional dos Açores (NRA) da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), Cristina Abrantes e da vereadora Ester Pereira em representação da Câmara Municipal da Horta.
O projeto arranca oficialmente no próximo dia 18 de março, e termina a 20 de maio na Quinta de São Lourenço com uma festa que tem a duração de 24horas, explicou Rosa Leal, coordenadora de animação do projeto.
 
 
Pág. 1 de 5