Tribuna das Ilhas

O Núcleo Cultural da Horta, e a editora Caleidoscópio, apoiaram o lançamento no passado dia 16 de junho do livro “A Grande Guerra nos Açores- Património e Memória Militar” da autoria de Sérgio Rezendes.

O lançamento decorreu na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, contou com a presença do autor e foi apresentado pelo professor Doutor Carlos Lobão.

Este livro é uma segunda edição, a primeira versão do livro foi lançada em 2014, numa edição da editora regional Letras Lavadas, para um mercado regional.

Segundo autor “aproveitando a ligação que eu tenho com o Instituto de História Contemporânea da Univer-sidade Nova de Lisboa, esta tese de mestrado, foi enviada para um estudo mais profundo pelo Centro República, e tive a honra de ser um dos autores convidados para fazer parte da coleção de teses sobre a Primeira República”.

Passado um ano e meio surgiu a oportunidade de editar mais uma versão do livro, desta vez com cunho nacional.

De acordo com Sérgio Rezendes esta obra representa “o posicionar dos Açores na I Guerra Mundial”, é assim que  tentou trabalhar a obra sob o olhar arquipelágico, mostrando que a I Grande Guerra, ou Grande Guerra que segundo o autor “é assim que ela é designada na altura”, não foi uma guerra melhor ou pior que a guerra das trincheiras ou que a guerra colonial.

Nesta obra o autor procurou descrever as defesas, dispositivos montados e a posição geoestratégica dos Açores na Grande Guerra.

Este livro é resultado de muitos anos de pesquisa de Sérgio Rezendes e da sua tese de mestrado, que agora vê o seu livro lançado pela editora nacional Caleidoscópio. 

A Direção Regional da Cultura, através dos seus Serviços Externos, associa-se às comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala a 18 de abril e que, este ano, tem como tema central ‘Património Cultural e Turismo Sustentável’.

 

Pelas 21h00, na Igreja de Nossa Senhora da Guia, com entrada gratuita, terá lugar mais uma sessão do ciclo de concertos "Joias para Teclas da Música Barroca", num espetáculo dirigido pelo maestro Gustaaf van Manen que incluirá a interpretação de obras de Zipoli e Patchelbel.

Por seu lado, o Museu da Horta, em colaboração com a Câmara Municipal, promove a 18 de abril uma subida à Torre do Relógio, numa iniciativa que pretende divulgar a história deste monumento, mas também da sua área envolvente.

Durante a manhã, a iniciativa é dirigida aos alunos das escolas, enquanto, entre as 14h00 e as 16h00, será aberta ao público, devendo as marcações ser feitas nas receções do Museu da Horta e da Casa Manuel de Arriaga, através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 292 202 576.

Ainda na Horta, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça promove, pelas 21h00, a realização da palestra “Entre o Brasil e Goa, uma visita à Igreja do Carmo e às suas Famílias”, por Tiago Silva.

No âmbito das Comemorações do Dia da Marinha, que se assinala a 20 de Maio, o Museu da Marinha vai promover a 2.ª Edição do Concurso Literário destinado ao público escolar do 1º, 2º e 3º ciclo.

O Concurso Literário deste ano tem com o mote: “… e num misto de entusiasmo e grande emoção, o marinheiro grita a plenos pulmões: Terra à vista! Terra à vistaa! Terra à vistaaa!!!”e consiste na redação de um texto que não ultrapasse uma folha A4 (2 páginas). Deverá ser elaborado individualmente, inédito e redigido em português. No final do texto deverá constar o nome, idade, ano de escolaridade do autor e nome da escola.

Os trabalhos deverão ser enviados até ao 21 de abril, através dos CTT para: Concurso Literário - Dia da Marinha - Museu de Marinha, Serviço Educativo Praça do Império, 14400-206 Lisboa, ou por email (formato PDF) para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Os três melhores textos serão premiados e os 15 melhores serão expostos ao público no Museu de Marinha - Pavilhão das Galeotas. A entrega dos prémios será feita em cerimónia pública, a decorrer no dia 19 de Maio, no Museu de Marinha.

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

--

http://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

Numa organização do Museu da Horta vai decorrer na Casa Manuel de Arriaga de 19 a 28 de abril a oficina temática “Como eu vejo Abril”.

Destinada a crianças do 3.º e 4.º ano do 1.º, 2.º e 3.º ciclo em contexto de turma a iniciativa tem por objetivo “aferir os conhecimentos sobre a revolução do 25 de Abril através do diálogo e, refletir sobre o Portugal deste período até à atualidade”.

Esta atividade conta com o apoio do Governo através da Direção Regional da Cultura e irá funcionar no horário normal de expediente.

 

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

--

http://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

segunda, 10 abril 2017 14:39

Concerto da Páscoa no Teatro Faialense

A Câmara Municipal da Horta (CMH), através da UrbHorta, vai promover um Concerto de Páscoa no Teatro Faialense.

O evento tem lugar, domingo, dia 16 de abril, pelas 21h00 e estará a cargo da Orquestra de Música Ligeira da CMH.

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

--

http://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

Pág. 1 de 23