Tribuna das Ilhas

quinta, 06 abril 2017 09:43

PSD apresenta voto de protesto pela manipulação dos dados da rota Lisboa-Horta-Lisboa

Escrito por SG
Classifique este item
(0 votos)
PSD apresenta voto de protesto pela manipulação dos dados da rota Lisboa-Horta-Lisboa DR

A maioria socialista na Câmara Municipal da Horta (CMH), chumbou a integração do voto protesto apresentado pelos vereadores do PSD/Faial, na reunião realizada no passado dia 30 de março, remetendo a sua votação para a próxima reunião camarária.

Segundo os vereadores do PSD/Faial, em causa está o voto de protesto referente à manipulação dos dados da rota Lisboa-Horta-Lisboa, por parte do Presidente da SATA.
Perante a situação os vereadores Luís Garcia e Laurénio Tavares, propõem que a CMH aprove um voto de protesto, pela forma como o Presidente da SATA, “nas suas declarações no Faial, em novembro de 2016, manipulou e tratou de forma parcial os números relativos à rota Lisboa-Horta-Lisboa, ostensivamente para prejudicar as reivindicações do Faial e dos Faialenses”, procurando “passar a ideia que a taxa de ocupação na mesma era extremamente baixa”, lê-se.
Assim como ao“Governo Regional pela recondução como Presidente da SATA deste administrador que agiu desta forma eticamente reprovável, enganando em público as Instituições com que reuniu na Ilha do Faial, incluindo a Câmara Municipal e os Faialenses”, refere ainda o voto.
No protesto, os vereadores do PSD/Faial, lembram que em novembro de 2016 o Presidente do Conselho de Administração do Grupo SATA esteve no Faial e reuniu com várias instituições, entre elas, com a CMH.
Na declaração que prestou aos Órgãos de Comunicação Social, revela o PSD, “invocou que a rota da Horta era deficitária devido à baixa ocupação”, referindo que no período de outubro de 2015 a setembro de 2016,‘tivemos cerca de 95 voos com uma taxa de ocupação abaixo dos 50 %’.
Segundo Garcia e Tavares, “o conteúdo destas declarações causou estranheza por dois motivos. Em primeiro lugar, porque o Presidente da SATA não utilizou o indicador normal nestas situações, ou seja, a taxa de ocupação média mensal ou anual. Em segundo lugar, porque se referiu apenas a 95 dos voos realizados”.
De acordo com os vereadores “estas declarações e, sobretudo, o seu tom mereceram um conjunto alargado de protestos e a Assembleia Municipal da Horta aprovou por unanimidade um voto de protesto”.
Neste contexto o Grupo Parlamentar do PSD/Açores dirigiu um requerimento ao Governo Regional a solicitar, entre outros elementos, o número de voos realizados e a taxa de ocupação mensal e anual nas rotas operadas pela Azores Airlines.
 
 
 
 
Lido 379 vezes
Login para post comentários