Tribuna das Ilhas

quarta, 19 abril 2017 14:41

PSD acusa João Ponte de desconhecer soluções aos produtores de carne

Escrito por
Classifique este item
(0 votos)

Bruno Belo desafiou o Governo dos Açores a criar condições para que um agricultor das Flores, da Graciosa, do Pico ou de Santa Maria tenha a oportunidade de produzir carne ao mesmo preço que um produtor das outras ilhas da Região.  

O deputado do PSD/Açores eleito pelas Flores falava no Parlamento açoriano, depois do secretário regional da Agricultura, João Ponte, afirmar que os produtores destas quatro ilhas tinham optado por uma estratégia de produção de gado vivo.

“Não se trata de uma opção estratégica, senhor secretário. Trata-se da solução encontrada por falta de alternativa”, afirmou Bruno Belo, que desafiou o executivo a fazer a sua parte em prol das soluções que têm de ser encontradas para valorizar a fileira nestas ilhas. 

“O Governo deve permitir que um agricultor das Flores, da Graciosa, do Pico ou de Santa Maria tenha a oportunidade de produzir um 1 Kg de carne ao mesmo preço que um produtor de outras ilhas”, insistiu o deputado social-democrata açoriano.

Segundo Bruno Belo, os investimentos feitos no setor da carne ao longo dos últimos anos, nomeadamente nos matadouros e nas salas de desmancha, "criou expectativas legítimas aos produtores", tanto mais que "estes fizeram a sua parte", melhorando o seu desempenho e especializando-se na produção de carne.  

“Mas o Governo regional não conseguiu prever as consequências desse melhoramento e não foi consequente”, acrescentou.

O parlamentar social-democrata referiu como exemplo a incapacidade do executivo socialista na Região de assegurar a estabilidade dos financiamentos através das ajudas comunitárias, como provam as candidaturas que estão hoje a ser feitas de forma condicionada em relação às agroambientais.

“O Governo não conseguiu prever condições de mercado que fossem capazes de atenuar o financiamento das explorações e de garantir as necessidades de financiamento dessas explorações ou ainda de adequar as linhas de transporte às ilhas para permitir um escoamento quer de gado vivo quer abatido”, enumerou.

“A eliminação da ajuda aos animais vivos no Competir+ poderá ter um impacto de 20 a 25 cêntimos por quilograma de carne na ilha das Flores, como refere a Associação Agrícola das Flores, num ofício remetido ao Governo”, lembrou ainda o deputado do PSD/Açores.  

Bruno Belo destacou a importância do setor da Agricultura para a economia de cada uma das ilhas e da Região e deixou nota de que “este é seguramente um setor que precisa de alguém que o conheça e não queira fazer só carreira política”.

Lido 92 vezes
Login para post comentários