Tribuna das Ilhas

Regional

 

A Quinta do Martelo – Centro Etnográfico e Gastronómico, acaba de ser galardoada, pelo quinto ano consecutivo, com o prémio “Chave Verde”.

Trata-se de um galardão internacional que distingue boas práticas ambientais – e de educação ambiental –, na área do turismo sustentável. 

Sublinhando a tendência de garantir que o turismo opte pela forma de actuação sustentável, o diploma Green Key é implementado em empreendimentos que se preocupam com um melhor ambiente e, uma vez distinguidos, ficam obrigados a melhorar ainda mais as condições pelas quais foram premiados em edições anteriores. 

Os objectivos do programa Chave Verde são, de acordo com os regulamentos, sensibilizar para a alteração de práticas e comportamentos entre os responsáveis, participantes e decisores do sector turístico (empresas, autoridades, clientes e comunidades locais) através da educação ambiental, bem como envolver estes “actores” na responsabilização face ao turismo sustentável, através da educação ambiental.

O galardão pretende ainda reconhecer as iniciativas de gestão ambiental de sucesso como mais-valias no caminho para um turismo sustentável, em que o usufruto dos espaços galardoados seja feito em perfeita harmonia com as mais elementares regras de equilíbrio entre o meio ambiente e o Homem.

A Quinta do Martelo é pioneira no turismo em espaço rural nos Açores, tendo, ao longo de mais de 20 anos, sido reconhecida por diversas instâncias nacionais e internacionais como um caso de êxito na articulação entre a exploração comercial turística e a preservação escrupulosa da tradição, do ambiente e da verdade cultural e etnográfica do meio em que nasceu.

 

No âmbito das comemorações do Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade entre Gerações, e por iniciativa da Pró-Reitoria da Formação ao Longo da Vida da Universidade dos Açores (Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida), terá lugar a conferência “Antes prevenir que curar”, no próximo dia 8 de Maio, pelas 17.00h, no Anfiteatro C, da Universidade dos Açores. 

A conferência será proferida pelo Professor Doutor Manuel Santos Rosa, Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC).

O Professor Doutor Manuel Santos Rosa doutorou-se pela FMUC, com uma dissertação de doutoramento intitulada “Análise da Intervenção do Inibidor Alfa-1 das Proteases nas Respostas Inflamatória e Imunitária –Estudos na População Portuguesa”. É, desde 2004, Professor Catedrático do 4º Grupo de Disciplinas (Imunologia), tendo sido Director da FMUC (2009-2012).

O Professor Doutor Manuel Santos Rosa tem, de igual modo, desenvolvido interna e externamente as condições para o reconhecimento da Imunologia a nível nacional e internacional, tendo fomentado diversas colaborações, muitas delas na área clínica, de que resultaram várias teses de doutoramento e trabalhos científicos. Nos últimos anos, tem-se ocupado, em especial, da investigação relacionada com a ativação e comunicação celulares, particularmente através de estudos de citocinas e de marcadores de membrana celular, para além do desenvolvimento do programa de controlo de qualidade, e do estudo da evolução e modulação da resposta imunitária com a idade, o stresse (psico-neuro-imunologia) e a nutrição. É autor de vastíssima produção científica e bibliográfica.

Com a transformação demográfica marcada por um vertiginoso envelhecimento da população mundial, esta iniciativa surge como um apelo ao desenvolvimento de estratégias globais de envelhecimento ativo, capazes de maximizar uma vida saudável, em especial da pessoa idosa.

Releve-se que a Universidade dos Açores desenvolve, desde 2003, e de forma sequencial e contínua, um programa universitário de promoção de envelhecimento ativo, constituído por cursos livres para estudantes seniores, conferências, seminários e outros eventos culturais, destinado a todas as pessoas adultas.

A Direcção Regional da Prevenção e Combate às Dependências inicia, amanhã – dia em que se comemora o “Dia da Mãe” – uma campanha de prevenção de consumo de álcool dirigida às grávidas e futuras mães, intitulada “Na gravidez o álcool é para dois”.

O objectivo da campanha é informar das consequências do consumo de álcool durante a gravidez, alertando para o facto de que a partir do momento em que uma mulher fica grávida, as suas escolhas em relação ao consumo de álcool afectam o bebé, causando uma série de danos cognitivos, comportamentais e neurológicos.

A campanha consta de um folheto informativo sobre as consequências do consumo de álcool durante a gestação e como agir no caso de ter consumido ou ter dificuldades de deixar de beber.

A mensagem da campanha é reforçada num espelho de bolso, que será oferecido junto com o folheto, tendo a intenção de mostrar, que tal como o espelho, o bebé é o reflexo da mãe.

O folheto informativo e o espelho de bolso serão distribuídos nas consultas de obstetrícia e planeamento familiar dos hospitais, centros de saúde, clínicas e consultórios privados da Região.

quarta, 02 maio 2012 10:46

Combustíveis baixam nos Açores

As alterações registadas no preço do petróleo, durante as últimas semanas, nos mercados internacionais, vão levar a uma actualização do preço máximo de venda dos combustíveis na Região Autónoma dos Açores.

Esta actualização consiste na descida em um cêntimo por litro no preço máximo do gasóleo rodoviário.

 Os novos preços entram em vigor às 00h00 de segunda-feira.

 
Pág. 302 de 302