Antigos cabografistas regressam à Trinity House e Unisénior ganha um novo espaço

0
16
Os antigos cabografistas vão regressar ao local onde antigamente operavam as companhias dos cabos submarinos.  Avelino Meneses, secretário regional da Educação e Cultura fez o anúncio numa visita ao edifico com a presença de alguns dos antigos cabografistas. 
Avelino Meneses disse que o Governo Regional achou conveniente disponibilizar um espaço para os antigos cabografistas, no antigo espaço das antigas companhias. O objetivo é continuar o trabalho que está a ser realizado pelos antigos cabografistas, em colaboração direta com a Direção Regional da Cultura, com o objetivo de elaborar o projeto museológico dos cabos submarinos.
O secretário regional sublinhou a importância dos antigos cabografistas, que estão a colaborar no projeto museológico, regressarem ao seu antigo local de trabalho para realizar o projeto. 
O secretário da Educação e Cultura explicou que o objetivo é que o edifício se transforme no Núcleo Museológico dos Cabos Submarinos, mas sublinha que o Governo Regional se comprometeu, nesta legislatura, foi à conclusão da remodelação do edifício e conclusão do projeto museológico, que vai ficar ligado ao Museu da Horta.
Além dos antigos cabografistas regressarem ao antigo local de trabalho, o secretário regional anunciou que vai ser disponível um espaço, neste edifício, à Universidade Sénior que ainda não tem sede. 
Avelino Meneses salientou que a remodelação do edifico não vai acontecer para já porque o edifício vai acolhere parte da Escola Básica e Integrada da Horta, no decorrer da 2ª fase das obras da escola e mais tarde a creche “ O Castelinho” aquando da remodelação do seu edifico. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO