CÂMARA DA LAGOA PROMOVEU LIMPEZA DA ORLA COSTEIRA

0
13
DR

Pelo 10º ano consecutivo, a Câmara Municipal de Lagoa, através do Centro de Educação e Formação Ambiental de Lagoa (CEFAL), realizou uma ação de limpeza da sua orla costeira com o mote “Na terra ou no mar sem lixo vamos ficar”. No total foram recolhidos 230 quilos de resíduos, na sua maioria madeiras, embalagens de plástico e materiais de construção, entre outros.

A ação de limpeza foi realizada em quatro zonas costeiras distintas, nomeadamente do Porto dos Carneiros até ao Complexo Municipal de Piscinas de Lagoa, do Portinho de São Pedro até ao edifício do Observatório Vulcanológico e Geotérmico dos Açores (OVGA), na Baía de Santa Cruz
e no Cerco em Água de Pau.

Esta iniciativa contou com o apoio de dezenas de voluntários e de várias instituições e entidades, nomeadamente a Direção Regional dos Assuntos do Mar, a Associação Amigos do Calhau, a Associação Juvenil Clube Operário Desportivo, a ECA da Escola Secundária de Lagoa, a Associação de Jovem Lagoense, o Centro de Atletismo da Escola Secundária de Lagoa (CALAG) com escalada, a Capitania do Porto de Ponta Delgada, o Grupo de Escuteiros do Cabouco e de Santa Cruz, a Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas, o Parque Natural de Ilha, a empresa “Picos de Aventura”, o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz, a Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Rosário e a Junta de Freguesia de Santa Cruz.

De referir que a limpeza subaquática prevista, devido ao agravamento do estado do mar, foi cancelada. No entanto, a Associação de Pescadores de Lagoa com a embarcação “Rosário de Fátima” de Paulo Romeu Cordeiro, o Clube Náutico de Lagoa, a empresa Top Pop Movido a Água Mergulho e Educação marinha, a Polícia Marítima, o fotógrafo subaquático Nélson Raposo e a empresa Azores Sub Dive Center marcaram presença e ajudaram na limpeza da orla costeira.

Refira-se que esta ação de limpeza foi incluída no programa da campanha “Açores Entre-Mares 2019”, da Direção Regional dos Assuntos do Mar, que tem como objetivo  alertar a população para os efeitos nocivos do lixo marinho, identificado como um dos grandes problemas ambientais da
atualidade.

No âmbito desta iniciativa, decorreu, em simultâneo, a atividade intitulada “Onde se escondem os Microplásticos”, desenvolvida pelo Expolab – Centro de Ciência Viva. O grupo do programa Eco-Escolas da Escola Secundária de Lagoa, irá realizar, posteriormente, a atividade “O mar começa aqui”, um projeto da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), onde os alunos irão realizar pinturas em torno de algumas sarjetas da zona do Porto dos Carneiros.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO