Ainda sou do tempo em que…

… os relógios ainda tinham ponteiros… … não havia televisão, nem computadores, nem telemóveis, nem inteligência artificial, mas tínhamos a capacidade de pedir um pé...

Sobre Receitas de truz da avó açoriana, de Arlete Melo

Arlete Melo, minha vizinha de ao pé da porta e de longa data, deu recentemente à estampa o livro de doçaria, Receitas de truz...

Falemos da Greta

Greta Thunberg, sueca, 16 anos de idade, activista ambiental, tornou-se, em menos de um ano, num ícone global contra as alterações climáticas. Em 2018...

Dos bichos-da-seda

Naquele tempo praticávamos a sericicultura sem sabermos o que era a sericicultura. O que os meus irmãos e eu fazíamos era criar, com dedicação e...

Três indomáveis ditadores

São três as personagens sinistras que não me deixam dormir descansado: o americano Donald Trump (idiota e excêntrico), o brasileiro Jair Bolsonaro (rufião e...

“Guerra do Ultramar, Caminhando pela Memória e pela História”, de Luís...

A denominada Guerra Colonial (1961-1974) constituiu uma das mais trágicas encruzilhadas da História portuguesa e é ferida que ainda não cicatrizou na memória dos...

Das carrinhas da Gulbenkian

Recordo, com enternecida saudade, a carrinha Citroën HY estacionada na vila da minha infância. A carrinha era cinzenta, pertencia à Fundação Calouste Gulbenkian e fazia...

Os bailes do Liceu

Não sou caçador de saudades nem de saudosismos, mas – vá-se lá saber porquê – continuo a remexer os arquivos da minha adolescência terceirense. Desta...

Grimaneza, meu amor

Grimaneza foi o primeiro grande amor da minha vida. Tinha distinção no porte e era ostensiva e bela, meiga e esquiva… Saracoteava as ancas...

No Monte da Ajuda com a lua em directo

Quando vi televisão pela primeira vez foi logo para assistir à chegada do primeiro homem à Lua. Graças ao engenho técnico do sr. Ramos (que...

Últimas