CDU entrega lista ao círculo eleitoral da ilha de São Jorge

0
13
DR/CDU
DR/CDU

A CDU realizou hoje, dia 10 de setembro, a entrega da lista dos seus candidatos pelo círculo eleitoral da ilha de São Jorge às eleições para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, que se realizam no próximo dia 25 de outubro.

Pretendendo representar amplos sectores da sociedade, a lista da CDU candidata à Ilha de São Jorge será encabeçada por Pedro Pessanha, de 51 anos, com a profissão de gestor, sendo acompanhada por António Machado, de 27 anos, trabalhador-estudante e Noélia Teixeira, de 45 anos, com a profissão de ajudante socio- familiar, entre alguns outros cidadãos.

Apresentamos o projeto de futuro para São Jorge porque achamos que com os meios e recursos existentes podemos fazer mais e melhor. Entre outras propostas, a lista da CDU pela ilha de São Jorge defende, a criação de condições para a fixação dos médicos de família, apoiar as 3 escolas de São Jorge nas suas necessidades de manutenção e equipamentos, bem como incrementar os apoios à produção/ comercialização hortícola e frutícola de São Jorge e ainda apostar na excelência do queijo e leite de São Jorge demarcando-o de todos os outros queijos e leites açorianos.

Nestas eleições a CDU considera que a desertificação é um dos maiores problemas com que São Jorge se depara, lado a lado com este problema vem os problemas da desigualdade, da pobreza, da falta de emprego para os jovens, das dificuldades das pequenas e médias empresas, das dificuldades no acesso aos cuidados de saúde, dos baixos índices de escolaridade, do envelhecimento da população, entre muitos outros.

Os candidatos da CDU lutam para provocar uma mudança que enfrente o medo através da afirmação de direitos, o medo dissipa-se com a participação livre e democrática, o medo combate-se derrotando as causas que lhe estão na origem. A mudança que queremos em outubro é possível, assim queiram todas as açorianas e açorianos.

O reforço eleitoral da CDU e da sua capacidade de intervenção parlamentar é uma das questões centrais que estão colocadas aos trabalhadores e ao povo açoriano nestas eleições regionais, para que continuem a ser defendidos os direitos do povo trabalhador dos Açores.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO