CDU Faial não aceita soluções menores para o Aeroporto da Horta

0
40

A CDU Faial olha com enorme desconforto e preocupação para as notícias veiculadas na comunicação social, que dão conta da intenção da ANA Vinci assinalar as zona de segurança – Runway End Safety Areas (RESA) – na pista atual do Aeroporto da Horta.
Esta notícia, no seguimento de declarações proferidas pelo representante da concessionária na 2.ª reunião do Grupo de Trabalho de estudo à Ampliação do Aeroporto da Horta, veio pôr a descoberto uma hipótese que a ANA VINCI nunca tinha apresentado publicamente. Ao afirmarem que não está afastada a possibilidade de reduzir as distâncias declaradas, ou seja diminuir a pista utilizável para aterragem e descolagem de aeronaves, mostram um total desinteresse e despreocupação para com uma infraestrutura pela qual são responsáveis. No fundo, para dar cumprimento às regulamentações europeias, querem arranjar uma estratégia de poupança para a multinacional, não se sabendo do impacto que uma medida destas terá nas ligações do Faial com o resto do arquipélago e do mundo.
Esta possibilidade representa uma declarada falta de respeito para com a população e mostra que a presença dos representantes da ANA Vinci no Palácio de Santana, em março, com Bolieiro, não passou de uma manobra de distração. Na altura a empresa previa a ampliação das cabeceiras da pista, em 90 metros para cada lado, correspondentes às RESA, que são obrigatórias em infraestruturas aeroportuárias desta natureza.
Importa esclarecer se esta hipótese põe em causa as ligações Lisboa – Horta – Lisboa no futuro e o que fará a República no que à ampliação da pista diz respeito. Quais as implicações desta nova intenção da ANA no que respeita ao tráfego aéreo dos A321? Ficará o aeroporto da Horta apenas servido com DASH 400?

Os faialenses e os habitantes do Triângulo merecem mais e melhores acessibilidades que lhes permitam cumprir o enorme potencial estratégico que as nossas ilhas têm e que sirvam, com qualidade, as suas populações.
Importa não deixar que jogos financeiros de grandes empresas, que apenas olham ao lucro, tragam um retrocesso de décadas na nossa ilha.
A CDU sempre defendeu, e continuará a defender, que sejam construídas as RESA no prolongamento da
pista, preferencialmente com pista já ampliada conforme é anseio da população faialense.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO