Governo dos Açores apoia Casa de Providência de São José na aquisição de um imóvel para Casa de Acolhimento Residencial de Crianças e Jovens

0
14

A Secretária Regional da Solidariedade Social assinou hoje, na Calheta, em São Jorge, um contrato de cooperação com a Casa de Providência de São José para aquisição do imóvel onde está inserida a valência Casa de Acolhimento Residencial de Crianças e Jovens.

O apoio, no valor de 320 mil euros, vai permitir à instituição adquirir o espaço onde funciona a valência que apoia 16 crianças e jovens da ilha de São Jorge ao abrigo do sistema de promoção e proteção, única resposta desta natureza naquela ilha.

Andreia Cardoso destacou a importância desta aquisição por parte da Casa de Providência de São José, na medida em que vai permitir usufruir de todo o imóvel, designadamente para a criação de um apartamento para autonomização dos jovens em idade adulta.

A governante frisou ainda o trabalho da instituição na área da infância e juventude, designadamente na promoção do bem-estar das crianças e jovens que usufruem de todas as valências que a Casa de Providência de São José disponibiliza.

O imóvel a adquirir trata-se de uma vivenda unifamiliar, localizada no concelho da Calheta, que estava em regime de arrendamento à instituição há vários anos e que, com esta aquisição, será agora possível adaptar de acordo com as necessidades daquela resposta social.

Na deslocação à ilha de São Jorge, Andreia Cardoso também aproveitou para visitar habitações em obras ou com empreitadas já concluídas no âmbito dos apoios à eliminação de barreiras arquitetónicas, do programa de recuperação de habitação degradada e ainda de recuperações decorrentes dos estragos provocados pelo furacão Lorenzo.

Os estragados provocados pela intempérie em habitações na ilha de São Jorge totalizaram cerca de 192 mil euros e correspondem a 10 beneficiários que viram as suas habitações atingidas pelo mau tempo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO