Líder comunista acredita que “é possível ir mais longe se CDU tiver mais força”

0
5

Direitos dos trabalhadores, melhores serviços públicos, incluindo no setor público empresarial, e reforço da produção regional vão continuar a ser as prioridades da CDU na próxima legislatura nos Açores, mas a coligação quer “ir mais longe” e pede “mais força”.

“A valorização dos salários, os direitos dos trabalhadores, o combate à precariedade, o reforço da produção regional, seja agricultura, pescas, ou indústria transformadora, e serviços públicos de qualidade, com acesso a todos os açorianos”, com prioridade para a saúde e para a educação, mas também “um setor público empresarial regional a funcionar e a dar um forte contributo para a economia” são as principais bandeiras da CDU (PCP/PEV), afirma o coordenador regional do PCP, Marco Varela.

Em entrevista à agência Lusa a propósito das eleições legislativas regionais, agendadas para 25 de outubro, o candidato comunista lembrou alguns dos contributos do partido, que elegeu, há quatro anos, um único deputado, pelo círculo das Flores, afirmando que “é possível ir mais longe, naturalmente, se a CDU tiver mais força”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO