Marinha prossegue coordenação de buscas pelos dois pescadores desaparecidos nos Açores

0
9
blank

CIRP

A Marinha Portuguesa através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) está a coordenar, desde as 18h45 da tarde de sábado, 30 de abril, o resgate de três tripulantes da embarcação de pesca “Alexandre”, que terá encalhado perto da baía da Praia Formosa, por leste da Baixa da Pedrinha, nos Açores.

A embarcação de pesca “Alexandre” de boca aberta, com 6 metros de comprimento e 2 metros de boca, sem rádio baliza, mas com rádio transrecetor, já foi encontrada, hoje, dia 1 de maio, parcialmente afundada, pelo navio de cruzeiro “Hanseatic Spirit”, às 07h52, a cerca de 2,5 milhas (3.21 km), a sudoeste do local do encalhe.

Ontem, após a informação recebida através da embarcação de pesca Santo Onofre, o MRCC ativou de imediato para o local o navio da Marinha, NRP Setúbal, meios da Autoridade Marítima Nacional (AMN), nomeadamente uma embarcação e uma mota de água da Capitania do Porto de Vila do Porto e um helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa. Também uma embarcação da Sociedade Anónima Portos dos Açores, “Marvão”, e uma embarcação de pesca costeira “Baía do Sol” se dirigiram para o local. Foi ainda ativado o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) para efetuar buscas a partir de terra.

Tendo sido resgatado um tripulante, com vida, pelas 18h00 de 30 de abril, pela embarcação de pesca Santo Onofre e recolhido para terra, pela Polícia Marítima de Vila do Porto, onde recebeu assistência médica, apresentando boas condições de saúde, prosseguiram buscas dos dois elementos desaparecidos.

Hoje, dia 1 de maio, estão a participar nas buscas, desde madrugada, o NRP Setúbal, o navio mercante, “Lisse” das ilhas Marshall, o navio de cruzeiro “Hanseatic Spirit”, a embarcação de pesca “Ilha Amarela”, a embarcação da Capitania de Vila do Porto, “Bisga”, a embarcação “Marvão”, a embarcação de pesca “Polígano” e a embarcação “Roaz”, da AMN. Entretanto outros meios foram acionados como as embarcações de pesca “Baía do Sol”, “Salvador” e “José Pedro”, uma mota de água da AMN, as embarcações de recreio “Joia” e “Infante”e a aeronave C295 da Força Aérea Portuguesa.

As buscas, pelos dois pescadores, prosseguem com todos os meios disponíveis, sob coordenação do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada.