Merkel volta a tremer em público. É a terceira vez no último mês

0
33

Angela Merkel teve outro episódio de tremores esta quarta-feira, num encontro com o primeiro-ministro da Finlândia. É o terceiro episódio em menos de um mês, o que eleva a preocupação com o estado de saúde da chanceler alemã.

Apesar de este ser o terceiro episódio do género em pouco tempo, tal como aconteceu das vezes anteriores, um porta-voz veio já garantir que a chanceler está bem de saúde.
Desta vez, o episódio de tremores aconteceu na cerimónia de boas-vindas a Antti Rinne, o primeiro-ministro finlandês. Os tremores, menos intensos que nas crises anteriores, passaram assim que Merkel começou a andar.

O primeiro caso de tremores em público de Angela Merkel teve lugar a 18 de junho, enquanto recebia o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, numa visita oficial ao país, situação que a própria atribuiu, mais tarde, ao calor e falta de hidratação. O segundo caso aconteceu a 27 de junho durante uma cerimónia de despedida da ex-ministra da Justiça alemã, Katarina Barley, que deixou o cargo para desempenhar funções no Parlamento Europeu.

No dia seguinte, os diários Stuttgarter Zeitung e Stuttgarter Nachrichten citaram fontes próximas do governo segundo as quais Angela Merkel atribuiu a segunda crise a uma reação psicológica ao episódio de espasmos que sofreu dias antes.
Merkel, de 64 anos, não tem um historial de problemas de saúde, mas os dois incidentes anteriores aumentam a preocupação em torno do seu estado de saúde atual.
Após os dois primeiros episódios, quando participava na Cimeira do G20 no Japão, a 29 de junho, Angela Merkel disse compreender as questões relativas ao seu estado de saúde, mas assegurou que estava bem.
O encontro com Antti Rinne hoje vai manter-se como planeado, garantiu um porta-voz de Merkel.
Angela Merkel lidera o Governo da Alemanha desde 2005.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO