Nota informativa

0
15

O cabeça-de-lista do PPM pelo círculo eleitoral dos Açores à Assembleia da República reuniu hoje com a direção da Associação Agrícola da Ilha de São Miguel. No final da reunião Paulo Estêvão produziu as seguintes declarações:

1- A necessidade de reduzir drasticamente a carga fiscal aos agricultores açorianos. A pressão fiscal a que estes estão submetidos impede a melhoria dos rendimentos das pessoas ligadas ao setor;

2- O candidato manifestou preocupação pelos efeitos dos acordos internacionais que estão a ser negociados pelas autoridades europeias e nacionais, nomeadamente com o Canadá e mais recentemente com o MERCOSUL. Importa defender convenientemente os interesses dos Açores no âmbito desses tratados e de garantir compensação adequada para os prejuízos que resultem da aplicação dos referidos tratados;

3- O candidato Paulo Estêvão mostrou-se muito preocupado pelos efeitos devastadores para a agricultura açoriana que resultarão da existência de um governo suportado parlamentarmente pelo PS e pelo PAN. A agenda política do PAN teria a partir daí condições para ser executada ao nível do Governo da República.

As consequências desse facto seriam catastróficas para a agricultura açoriana. Veja-se a recente decisão da Universidade de Coimbra.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO