“O Museu da Horta vai sofrer uma reestruturação total”

0
73
blank

Em outubro último fez um ano que o Museu da Horta (MH) conheceu o seu novo diretor. José Luís Neto, doutorado em Arqueologia, com largos pergaminhos na área e outros tantos livros editados chegou com uma intenção clara: fazer daquela casa uma casa da comunidade, que analise o passado, sinta o presente e potencie o futuro. Passados 365 dias, a perceção que tem dos mecanismos internos e do potencial do museu aprofundaram-se. O Tribuna das Ilhas esteve à conversa e apresenta nesta edição uma grande entrevista ao homem forte por detrás da instituição MH.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura