Ordem dos Enfermeiros preocupada após visita a instituições de saúde da Graciosa

0
27

A Secção Regional da Região Autónoma dos Açores da Ordem dos Enfermeiros retomou o
seu plano de visitas a todos os hospitais e unidades de saúde de ilha, desta feita com uma
visita de 2 dias à Ilha Graciosa.
A equipa da Ordem dos Enfermeiros visitou hoje, dia 5 de novembro, a Unidade de Saúde
da Ilha Graciosa, onde teve a oportunidade de se encontrar com o respetivo Conselho de
Administração, bem como com responsáveis dos serviços e com equipas de Enfermagem.
Foram ainda contempladas visitas a estruturas residenciais para idosos, nomeadamente à
Santa Casa da Misericórdia de Vila da Praia da Graciosa e à Santa Casa da Misericórdia
de Santa Cruz da Graciosa, com vista a conhecer, no terreno, a realidade dos Enfermeiros
destas instituições.
Numa apreciação global às várias instituições já visitadas, a Ordem dos Enfermeiros detetou
constrangimentos ao nível do número de Enfermeiros, que levaram o Presidente da Secção
Regional dos Açores da Ordem dos Enfermeiros a alertar: “Possuir dotações seguras é uma
realidade que não pode ser colocada num segundo plano! Teremos de trabalhar todos em
conjunto para o aumento de Enfermeiros por turno.”
Reconhecendo os desafios associados à fixação de profissionais nesta ilha, o Enfermeiro
Pedro Soares diz-se “preocupado” e refere que “é fundamental apostar em contrapartidas
atrativas para a fixação de profissionais de saúde, nomeadamente Enfermeiros, para que
evitemos um futuro muito difícil para as ditas ilhas pequenas.”
Pedro Soares elogia, contudo, o espírito de missão dos Enfermeiros das instituições visitadas,
destacando que “fazer o que estes Enfermeiros fazem, e com os recursos que lhes são
colocados à disposição, tem de ser valorizado e enaltecido. A população graciosense tem
uma grande equipa de Enfermagem.”
A Ordem dos Enfermeiros reitera o seu compromisso de prosseguir com estas iniciativas de
proximidade, na senda da salvaguarda dos interesses gerais da população, bem como das
necessidades dos Enfermeiros da região.

Por: OE

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO