PS contra encerramento de Serviços de Finanças nos Açores

0
13

O presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores anunciou, hoje, que a bancada socialista irá entregar na Assembleia Legislativa Regional uma proposta de pronúncia contra o encerramento de 13 serviços de finanças nos Açores.

Berto Messias denuncia que em causa estarão os serviços de Finanças da Calheta, Santa Cruz da Graciosa, Velas, Corvo, Lajes do Pico, Lajes das Flores, S. Roque do Pico, Santa Cruz das Flores, Lagoa, Nordeste, Povoação, Vila do Porto e Vila Franca do Campo. 

Esta é uma situação, no entender do líder parlamentar, “inaceitável” e que “merece grande preocupação” na medida em que “penaliza os cidadãos e contribui para a degradação de um serviço público essencial que cabe ao Estado assegurar”. 

Messias entende que, se o Governo da República mantiver a intenção de encerrar estes 13 serviços de Finanças, haverá ilhas que deixarão de ter este serviço, considerando esta medida “reveladora de ausência de bom senso político e de desconhecimento da realidade do país”.  

Berto Messias espera que esta iniciativa venha a merecer um amplo consenso na Assembleia Legislativa dos Açores e apelou às restantes forças partidárias que dêem o seu apoio. “Esta é uma matéria essencial que, no nosso entendimento, deverá estar acima das querelas partidárias. Por isso, apelamos a todos os partidos políticos para que se juntem ao PS na tomada de uma posição política no parlamento contra esta medida”, terminou. 

Recorde-se que os deputados do PS na Assembleia da República eleitos pelos Açores já tinham apresentado um requerimento a questionar a ministra da tutela sobre este encerramento.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO