PSD/Açores saúda arranque de estudo para ampliação de pista do aeroporto do Pico

0
23
blank

O deputado do PSD/Açores Marco Costa saúda o Governo Regional pelo arranque do concurso público para a elaboração do estudo prévio sobre a ampliação da pista do aeroporto do Pico em 700 metros, pelo preço base de 195 mil euros.

O parlamentar social-democrata eleito pelo Pico congratula assim ao anúncio publicado em Diário da República pela Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, cujo caderno de encargos prevê a realização de um estudo prévio da extensão da pista de modo a obter um comprimento à descolagem de 2.345 metros, o correspondente a mais 700 metros do que a atual.

Marco Costa diz que “este é um processo que o atual Governo de Coligação abraçou com firmeza, continuando a dar passos objetivos para concretização da obra, há muitos anos aguardada pelos picoenses, e que conferirá uma maior dinâmica do setor turístico da ilha, maior mobilidade aos seus habitantes, a par de uma maior exportação e escoamento dos seus produtos”, reforçou.

De acordo com o deputado do PSD/Açores, “o estudo inclui uma estimativa de custos do investimento, estimando a sua entrega no prazo de 150 dias, abrangendo ainda levantamentos topográficos de obstáculos a oeste da pista, área para onde será ampliada”.

Com a ampliação da pista pretende-se não só a melhoria das condições operacionais, como o aumento da capacidade comercial quer ao nível de carga como de passageiros, “conferindo assim melhores condições de vida também aos picoenses”, vincou Marco Costa.

O concurso público surge alguns meses após resolução do Conselho de Governo que reconhece o interesse regional no projeto de expansão da pista do Pico, contemplando um conjunto de medidas preventivas em relação à gestão territorial.

Para o parlamentar social-democrata, “o estudo revela-se de grande importância, por proteger diversos aspetos desde a conservação da natureza, à paisagem da cultura da vinha constante da Lista do Património Mundial da UNESCO”.

“Ao mesmo tempo, não se pode esquecer que o transporte aéreo constitui um instrumento fundamental enquanto fator de desenvolvimento económico e social da ilha, que não deve estar dissociado dos seus condicionantes”, concluiu Marco Costa.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!