Reflexões Crónicas: Um tesouro no Faial no final do século XVIII

0
30
DR/TI
DR/TI

“O capitão Salter, do navio de Sua Majestade Hussar, que saiu em companhia do Chatham e de navios mercantes para Inglaterra, enviou um grande navio espanhol chamado Nossa Senhora del Bueno Consejo de 1.000 Toneladas, com 38 canhões e 200 homens, saído do Faial com destino a Cádis.

“Este navio chegou ao Faial no mês de Agosto passado, vindo de Lima, com o valor de pelo menos um milhão de libras esterlinas; das quais oitocentas mil libras em dinheiro (…); e sabendo no Faial da ruptura entre a Grã-Bretanha e Espanha, o dinheiro foi guardado na Casa da Alfândega local. No mês de Outubro foi afastado das suas âncoras por uma violenta tempestade, e foi obrigado a continuar a sua viagem para Espanha, quando o Hussar se cruzou com ele, em consequência de sinais que tinham sido feitos por um navio corsário inglês, que se tinha mantido em companhia do navio espanhol durante vários dias. Embora o ouro e a prata fossem a parte mais valiosa da carga; é provável que a restante também tenha valor para os captadores.”

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura