4 escritoras açorianas destacadas no Montanha

0
26

O Montanha Pico Festival já vai a caminho da reta final desta sexta edição, que arrancou no passado dia 3 de janeiro, e ainda promete eventos diários até dia 31. Na programação de sábados, uma escritora açoriana tem vindo a ser destacada cada semana, com momentos únicos de partilha de trabalhos, na visita a grutas e algares da ilha montanha.

 

Diana Zimbron, terceirense residente no Pico, abriu no primeiro fim de semana, partilhando excertos do seu conto “Ser da Montanha”. Além de leitura à entrada da gruta, foi o momento no interior, na escuridão da Gruta da Agostinha, que, com as lanternas dos aventureiros, Zimbron leu grande parte do trabalho.

 

A picuense Lucília Gonçalves participou no segundo sábado do mês com sua poesia na Furna Vermelha. Enquanto Raquel André Machado, residente em São Miguel mas filha da ilha montanha, partilhou sua poesia através de canto na Furna do Frei Matias.

 

No último sábado, dia 25, a mariense Humberta Araújo junta-se ao festival para partilhar um ponto de vista diferente da montanha. “Há um sentir profundamente feminino ao olharmos a montanha, sempre que se despindo se pavoneia, mostrando as suas abastadas e magníficas curvas” diz a escritora, que terá o momento de partilha pelas 10h30 de sábado, no Adro da Candelária, antes dos aventureiros seguirem para a Gruta do Furtado.

 

Escrita, cinema, música, fotografia, pintura, arquitetura paisagística e muita conversa que abrange vários assuntos de cultura montanhosa preenchem o programa eclético do Montanha Pico Festival, um projeto MiratecArts com a Direção Regional do Ambiente sendo o parceiro principal.  www.picofestival.com

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO