André Bradford apresenta Manifesto Eleitoral às Europeias com oito áreas temáticas prioritárias

0
23

O candidato do PS/Açores às eleições Europeias do próximo dia 26 de maio apresentou, esta sexta-feira, o Manifesto Eleitoral do PS/Açores, um projeto assente em oito áreas temáticas, com o objetivo transversal de “ser a Voz dos Açores na Europa”.

André Bradford falava na Sede do Partido Socialista, em Ponta Delgada.

O candidato Socialista pretende que os Açores se assumam como “um agente ativo da construção de uma Europa mais coesa, mais equilibrada, mais atenta aos anseios e expetativas dos cidadãos e às particularidades das suas várias parcelas territoriais”.

A exatamente um mês das Eleições Europeias, André Bradford realçou que esta é uma campanha centrada na “vitória dos Açores na Europa”.

“Temos plena consciência da responsabilidade que nos cabe, que é ser a única Voz dos Açores na Europa. É por isso que, mais do que apenas uma candidatura partidária, queremos ser um movimento agregador, uma plataforma política e cívica de representação e de afirmação da Região no plano Europeu”.

André Bradford destacou que este Manifesto resulta de um “processo maturado, participado e envolvente”, contando com “numerosos e destacados contributos de Militantes, de Simpatizantes e mesmo de pessoas que não estando tradicionalmente envolvidas com o PS, quiseram dar o seu contributo em nome de um projeto verdadeiramente Açoriano”.

O Manifesto do PS/Açores às eleições Europeias assenta em oito áreas setoriais, nomeadamente a Agricultura, as Pescas e o Mar, a Política Regional e de Coesão, a Economia e o Emprego, a Política Social, a Sustentabilidade Ambiental, a Ciência e Inovação e a Juventude.

André Bradford sublinhou os desafios do setor agrícola, defendendo a manutenção dos níveis de financiamento da Política Agrícola Comum (PAC) e o reforço do POSEI, de forma a “beneficiar os Produtores Açorianos, melhorar rendimentos e modernizar o Setor”.

Nas Pescas, o candidato socialista defende o “reforço do FEAMP em benefício das Regiões Ultraperiféricas, permitindo a renovação da nossa frota pesqueira e a atribuição de um apoio máximo de 85% para os investimentos a bordo”.

            Na área da Juventude, o PS/Açores defende um “reforço da medida ‘Garantia Jovem’, de forma a permitir a ampliação da divulgação de ofertas de emprego, de planos formativos e de estágios, que potenciem e facilitem a transição dos jovens para o mercado de trabalho” e o “reforço do aproveitamento do programa de mobilidade jovem Erasmus+”.

Na área das Políticas Sociais, o PS defende o estabelecimento de um “Novo Contrato Social para a Europa”, que permite medidas mais justas, particularmente para públicos “mais desfavorecidos socialmente”.

Para André Bradford, ao nível da Sustentabilidade, é “imperioso que se proceda ao aprofundamento da Estratégia Europeia de Crescimento e Desenvolvimento Sustentável”, apostando na “Energia Verde e na Mobilidade Elétrica”.

“Não escolhemos elaborar um Manifesto vasto, abstrato, indecifrável e, no fundo, inacessível ao cidadão comum. Preferimos falar do concreto. No próximo dia 26 de maio, votar é a única forma de reforçar a nossa Autonomia Democrática e votar no PS é o único caminho para reforçar a Voz dos Açores na Europa”, finalizou o candidato do PS/Açores, André Bradford.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO