António Ventura questiona GNR sobre derrame de combustível ocorrido em São Brás

0
9

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República António Ventura questionou hoje a Guarda Nacional Republicana (GNR) sobre a investigação ao derrame de combustível no ‘pipeline” oriundo do Cabrito, que ocorreu em 2016 na freguesia de São Brás, concelho da Praia da Vitória.

O social democrata lembra que, a 2 de março, esteve reunido na Ilha Terceira com o comandante regional da GNR, “que se comprometeu a agir, tendo em conta que aquela força de segurança possui um corpo de polícia ambiental”, adianta.

“É pois agora tempo de saber o que foi feito pela GNR, nomeadamente que relatório foi produzido, e que procedimentos e diligências foram levados a cabo. Foi nesse sentido que contatei o Destacamento Territorial de Angra do Heroísmo”, explica.

O deputado eleito pelos Açores recorda também que a ocorrência em questão foi “ocultada” da população pelos governos da Região e da República, sendo que “estão em causa a saúde humana, animal e ambiental, ainda mais tratando-se de um local [Pau Branco] que nunca sequer esteve vedado”, refere.

“Estamos a falar de um derrame de combustível que aconteceu há mais de quatro anos, aquando dos trabalhos de remoção do ‘pipeline” do Cabrito, e que contaminou terrenos privados”, esclarece António Ventura.

“Foi, e continua a ser, um ato de negligência do Estado, pois tratando-se de uma vasta zona de pastagem afetada, não foi feita qualquer comunicação pública sobre o problema”.

“Nunca houve placas a informar que a zona está contaminada. E a atividade pecuária continua a exercer-se no local”, conclui o parlamentar.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO