Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas inaugura exposição “Estação Meteorológica”

0
22
DR

A Direção Regional da Cultura, através do Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, inaugura a 12 de julho, pelas 18h30, a exposição “Estação Meteorológica”, com curadoria de Sérgio Mah.

Esta exposição apresenta trabalhos em fotografia e em vídeo da autoria de Sandra Rocha, natural de Angra do Heroísmo, e de Manuela Marques, ambas a residir e a trabalhar atualmente em Paris.

A mostra partiu de um convite feito às artistas pela Direção Regional da Cultura, através do Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, para desenvolverem um projeto que partisse do território – Açores – e cujo trabalho tem sido desenvolvido nos últimos dois anos.

Neste mês de julho, o Arquipélago volta a acolher eventos, com entrada gratuita mas com lotação limitada, no âmbito da sua parceria com o Walk&Talk – Festival de Artes.

A 7 de julho, pelas 19h00, terá lugar a estreia de “East Atlantic”, uma criação conjunta do cineasta Miguel C. Tavares e do músico José Alberto Gomes.

Este espetáculo, em formato de filme-concerto, é marcado por uma forte componente performativa e explora as temáticas do arquipélago açoriano e da condição insular.

A 18 de julho, pelas 21h30, o Centro de Artes Contemporâneas recebe a performance de António Branco & Riccardo T intitulada “Burning Pricks”, que pretende quebrar o conceito tradicional de espetáculo, revogando a barreira entre os intérpretes e o público.

De 19 a 24 de julho, o Arquipélago acolhe a equipa de rodagem de “Body-Buildings”, um documentário ficcional de Henrique Pina que pretende conciliar a inter-relação entre a arquitetura, a dança e o cinema.

Este documentário retrata seis obras de arquitetura portuguesa, entre elas o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO