Autoridade de Saúde Regional – Diagnosticados 37 casos positivos de COVID-19, dos quais 23 em S. Miguel, 12 na Terceira, um nas Flores e um no Pico

0
65
DR
DR

A Autoridade de Saúde Regional informa que, decorrentes das 1.654 análises realizadas nas últimas 24 horas nos dois laboratórios de referência da Região, foram diagnosticados 37 casos positivos de COVID-19, dos quais 23 na ilha de São Miguel, 12 na ilha Terceira, um na ilha das Flores e um na ilha do Pico.

Na ilha de São Miguel, no contexto das cadeias de transmissão anteriormente identificadas, foram diagnosticados 19 casos positivos de COVID-19, respeitantes a 10 indivíduos do sexo feminino, com idades compreendidas entre os três e os 59 anos de idade, e nove indivíduos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 16 e os 61 anos de idade.

Foi detetada uma nova cadeia de transmissão em Ponta Delgada, tendo sido diagnosticado um indivíduo do sexo masculino, de 49 anos, contacto próximo de alto risco de um caso positivo previamente diagnosticado, encontrando-se em investigação epidemiológica.

Foram diagnosticados, na ilha de São Miguel, um indivíduo do sexo feminino, com 39 anos de idade, e um indivíduo do sexo masculino, com 51 anos de idade, encontrando-se ambos em investigação epidemiológica.

Foi ainda diagnosticado um indivíduo do sexo feminino, com 25 anos de idade, não residente, com história de ligação aérea com o exterior da Região, que, após o teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 realizado após o sexto dia, obteve resultado positivo para a COVID-19.

De registar a ocorrência de um óbito, de uma utente de 64 anos de idade, internada no Hospital do Divino Espírito Santo, de Ponta Delgada, a cuja família se expressam sentidas condolências.

Na ilha Terceira, no contexto das cadeias de transmissão anteriormente identificadas, foram diagnosticados três indivíduos do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 27 e os 57 anos de idade, e quatro indivíduos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os seis e 60 anos de idade.

Foi detetada uma nova cadeia de transmissão em Angra do Heroísmo, tendo sido diagnosticado um indivíduo do sexo feminino, de 80 anos, contacto próximo de alto risco de um caso positivo previamente diagnosticado, encontrando-se em investigação epidemiológica.

Foram diagnosticados, na ilha Terceira, dois indivíduos do sexo feminino, ambos com 56 anos de idade, e dois indivíduos do sexo masculino, com 45 e 73 anos de idade, encontrando-se em investigação epidemiológica.

Na ilha do Pico e na ilha das Flores, foram detetados dois indivíduos do sexo masculino, com 40 e 45 anos de idade, respetivamente, não residentes, com história de ligação aérea com o exterior da Região, que, após o teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 realizado após o sexto dia, obteve resultado positivo para a COVID-19.

Foram registadas cinco recuperações na Região, das quais quatro na ilha de São Miguel e uma na ilha de São Jorge, elevando o número total de casos recuperados na Região para 477.

Importa referir que todos os contactos próximos das cadeias e dos casos em investigação epidemiológica cumpriam isolamento profilático desde a sua identificação pela Delegação de Saúde Concelhia.

A Região conta agora com 14 cadeias de transmissão extintas e 28 cadeias de transmissão ativas, sendo 20 na ilha de São Miguel, seis na ilha Terceira, uma partilhada entre a ilha de São Miguel e a ilha de São Jorge e uma na ilha de São Jorge.

Até ao momento, foram detetados na Região 902 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19, verificando-se atualmente 477 casos recuperados e 330 casos positivos ativos, dos quais um na ilha de Santa Maria, 230 na ilha de São Miguel, 93 na ilha Terceira, um na ilha de São Jorge, um na ilha do Pico, dois na ilha do Faial e dois na ilha das Flores.

As medidas de prevenção e contenção da pandemia devem ser mantidas e reforçadas, sempre que possível, por cidadãos e organizações públicas, privadas e do setor social.

É reiterada a necessidade de serem cumpridas todas as recomendações já tornadas públicas a este propósito, em especial a de, em caso de sintomas, não procurar um Hospital ou Unidade de Saúde, mas ligar para a Linha de Saúde Açores – 808 24 60 24.

Para mais informação deve ser consultado o site criado pelo Governo dos Açores sobre o controlo da pandemia na Região, em https://destinoseguro.azores.gov.pt/, ou a página de Facebook da Direção Regional da Saúde, em https://www.facebook.com/DirecaoSaudeAcores/.

O Governo dos Açores disponibiliza ainda a Linha Açores de Esclarecimento Não Médico COVID-19, com o número 800 29 29 29, que pode ser utilizada entre as 08h30 e as 18h30, nos dias úteis, e a Linha RIAC 800 500 501, que funciona de segunda-feira a sábado, das 09h00 às 22h30, e aos domingos, das 10h00 às 22h30.

Está disponível também o endereço de correio eletrónico [email protected]gov.pt para esclarecimentos sobre as medidas adotadas na Região para fazer face à pandemia do novo coronavírus.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO