Barcelona desbloqueia jogo com penálti duvidoso antes de Messi ‘abrir livro’

0
1

O FC Barcelona assegurou hoje a passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer o Lyon 5-1, num encontro marcado pelo primeiro golo dos catalães.

O penálti assinalado pelo árbitro e confirmado pelo videoárbitro – num lance em que terá sido o avançado do ‘Barça’ Luis Suarez a promover o contacto na área – permitiu ao Barça desbloquear a partida aos 18 minutos e comprometer a estratégia do Lyon, até aí a defender com um bloco baixo e com as linhas bem juntas, numa tentativa de repetir o nulo (0-0) da primeira mão.

Messi converteu o castigo máximo e deu início a uma noite tranquila, na qual marcou mais um golo e efetuou duas assistências, para golos de Pique e Dembelé, enquanto Coutinho anotou o outro tento.

A partir daí, o Lyon, que trazia um nulo da primeira mão e passava a estar em desvantagem na eliminatória, alterou o seu posicionamento tático, procurando subir no campo e ter mais controlo com bola, que o deixava mais exposto às bolas lançadas para as costas da sua defesa.

Com o Lyon mais aberto em busca da igualdade, aproveitou o FC Barcelona para praticamente ‘matar’ a eliminatória, tendo chegado ao segundo golo aos 31 minutos, numa assistência de Luis Suárez para Coutinho, que apanhou a defesa francesa desequilibrada.

Três minutos volvidos, o treinador do Lyon foi forçado a substituir o guarda-redes português Anthony Lopes por Mathieu Gorgelin, na sequência de um choque com um adversário que deixou o luso ‘KO’.

Na segunda parte, o Lyon ainda conseguiu assustar o FC Barcelona com um golo de Lucas Tousart, aos 58, que deixou a equipa a um golo da qualificação, mas, na fase final da partida, Lionel Messi fez a diferença e colocou o ‘Barça’ nos quartos de final da competição.

O argentino marcou o terceiro golo (78) e ofereceu o quarto e o quinto ao central Gerard Piqué (81) e ao extremo francês Ousmane Dembelé (86), respetivamente, perante um Lyon que nunca atirou a ‘toalha ao chão’, mas foi impotente para travar a velocidade e a qualidade dos jogadores do ataque do FC Barcelona.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO