Centenário da Primeira Travessia Aérea do Atlântico – parte XIX

0
19
TI

Maqueta do NC-4 – Montagem Final do Modelo
Se a construção dos diversos órgãos do modelo já implicava uma sala com dimensões razoáveis, a montagem final do conjunto das diversas partes do modelo já exigia uma sala com, pelo menos, oito metros de comprimento por quatro metros de largura útil. Para esta operação aproveitámos salas do Museu da Horta que se encontravam vazias e não acessíveis ao público.
Como em qualquer avião real, o modelo do NC-4, teve de ser construído e montado garantindo-se que todos os elementos ficavam desempenados, alinhados e com os ângulos relativos de montagem correctos. Esta necessidade implicou a construção de um estaleiro-andaime afinável para garantir as características anteriores. Só, assim, depois de muitas afinações, se pode garantir a qualidade museológica do modelo do NC-4. Para complicar o projecto, foi necessário, por questões logísticas, mudar, por duas vezes, o estaleiro de sala durante a montagem.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO