CMH – Baía da Horta assinala Dia Mundial dos Oceanos

0
36

A Câmara Municipal da Horta assinalou, esta segunda-feira, o Dia Mundial dos Oceanos com o hastear, no edifício dos Paços do Concelho, da bandeira do Clube das Mais Belas Baías do Mundo, cuja data mundial também se assinala na presente data.

Para o Presidente da Câmara Municipal da Horta, “a Baía da Horta, representada pela Câmara Municipal, comunga das preocupações da Unesco e do Clube a que pertence por mérito próprio, através das funções que desempenha como Secretário Geral Adjunto, perseguindo uma intensa luta pela sustentabilidade e salubridade dos oceanos”.

“A Câmara Municipal da Horta é a única dos Açores que tem um pelouro dedicado ao “Mar, Inovação e Empreendedorismo”, justamente porque o mar, aliado ao turismo e à economia, desempenha um papel preponderante naquelas que são as nossas políticas de atuação, tendo em vista o crescimento e o desenvolvimento locais”, acrescentou o autarca.

A CMH tem desenvolvido várias iniciativas relacionadas com a sustentabilidade e salubridade dos oceanos, nomeadamente através de campanhas de eliminação de plásticos no concelho, de que é exemplo a erradicação de plásticos descartáveis nas maiores festas do concelho.

Para além disso, a Câmara da Horta é o único Município dos Açores parceiro do programa nacional “Escola Azul”, um programa educativo do Ministério do Mar que tem como missão promover a Literacia do Oceano, em Portugal.

O Município da Horta tem apoiado, igualmente, as escolas locais na dinamização de projetos educativos sobre o Oceano, resultando em trabalhos como o apresentado por ocasião do Desfile de Carnaval da Pequenada 2020, bem como identifica entidades locais para a rede de parceiros e divulga a Escola Azul, a nível local.

O Município da Horta pertence, desde 2011, ao restrito Clube das Mais Belas Baías do Mundo, o qual é constituído por apenas 39 baías distribuídas um pouco por todo o mundo trabalhando, não só na promoção das belezas e características que as distinguem, mas, sobretudo, em prol da sustentabilidade das regiões e da promoção do seu meio-ambiente.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO