CMH quer aumentar a separação de resíduos na ilha

0
28

Numa altura em que a percentagem de separação de resíduos na ilha do Faial já ronda os 17%, a autarquia está a trabalhar para aumentar esse valor e, ainda em 2019, atingir o patamar dos 20%.
De acordo com José Leonardo Silva, que falava à margem de uma ação de sensibilização no Lar das Criancinhas da Horta, relacionada com a compostagem, “esta inciciativa vai se repetir nas restantes escolas do concelho porque as crianças são o maior influenciador dos adultos no que a estas matérias diz respeito”.
Desde 2005 que a Câmara Municipal da Horta já promoveu cerca de 30 cursos de compostagem e distribuiu cerca de 240 compostores pelas famílias do Faial.
“Estas medidas fortelecem o nosso Município, quer em termos ambientais, quer em termos financeiros porque cada tonelada de resíduos que depositamos no Centro de Resíduos tem um custo de 35 euros”, adiantou o Presidente da CMH.
De acordo com José Leonardo Silva “as preocupações ambientais deste Executivo têm sido constantes e acredito que temos dado passos fundamentais nesse sentido. Neste momento já está em marcha o concurso para aquisição de uma viatura para a recolha porta a porta na cidade.”

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO