Conhecimento e investigação aplicada são determinantes para a afirmação da carne dos Açores nos mercados

0
16
DR

O Diretor Regional da Agricultura afirmou, em Angra do Heroísmo, que, a par da aposta na qualidade, o conhecimento e a investigação aplicada são absolutamente determinantes para o desenvolvimento e para a afirmação da carne dos Açores nos mercados.

“É cada vez mais importante a aposta na ciência, no conhecimento e na investigação aplicada com vista a chegarmos mais longe, particularmente no setor da carne”, referiu José Élio Ventura, considerando que, deste modo, a Região conseguirá evoluir ao nível da ação nas explorações agrícolas, no processo de transporte dos animais, na desmancha, no embalamento e também na comunicação com os mercados.

O Diretor Regional da Agricultura falava no âmbito do ‘Ciclo de Conversas Agrícolas’, organizado pelo Núcleo de Criadores Bovinos de Raças de Carne da Ilha Terceira, que teve como orador convidado o professor e investigador da Universidade dos Açores, Henrique Rosa.

José Élio Ventura salientou que a carne dos Açores é um produto diferenciado, com caraterísticas específicas pelo facto dos animais estarem na pastagem 365 dias por ano, frisando que a investigação científica é fundamental para se conseguir fundamentar e passar esta mensagem, contribuindo para a valorização da produção nos mercados e também junto dos consumidores.

Além do investimento que o Governo dos Açores tem feito na melhoria da rede regional de abate e na certificação dos matadouros em termos da qualidade e da segurança alimentar, José Élio Ventura adiantou que, no âmbito do programa de cruzados, foram apoiadas no ano passado cerca de 1.000 explorações agrícolas, num total de 10 mil inseminações realizas, com um apoio de 125 mil euros.

“Com esta medida é possível ter melhores descendências nas explorações, animais com maior vocação para a carne, com mais ganhos médios diários e carcaças com melhor conformação”, afirmou.

O Diretor Regional destacou também a ação assertiva e o papel proativo e proponente que o Núcleo de Criadores Bovinos de Raças de Carne da Ilha Terceira tem tido junto dos seus associados, de outras organizações e do Governo dos Açores, contribuindo para a definição e implementação da estratégia regional de desenvolvimento do setor da carne.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO