Deambulações do dia-a-dia (sociais e políticas) – II

0
13
TI
TI

1 – Ao fazer uma pesquisa sobre os dados da emigração em Portugal, dei conta de um dado curioso. Em 1966, no tempo de António Salazar, a emigração atingiu o valor de 120.239 pessoas. Em 2014, já perto do final do mandato de Passos Coelho, 134.624 pessoas saíram do país para o estrangeiro, o valor mais alto registado. O dado mais recente reporta a 2018, também já perto do final do 1.º mandato de António Costa, com 81.754 pessoas emigradas.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO