Ensino profissional: Ciclos que se fecham com impacto na comunidade

0
9
blank

A Provas de Aptidão Profissional (PAP) são o último passo antes da conclusão do nível IV de ensino profissional. Entre as dezenas de temas há quem tenha organizado provas de meia maratona, quem queira por a famílias mexer, os que ouviram idosos e aqueles que optaram por deixar impacto nas instituições que os ajudaram a crescer. As inscrições para o próximo ano letivo na Escola Profissional da Horta (EPH) decorrem até 15 de julho.

O final do 3.º ciclo do ensino básico é um período de decisões difíceis para todos os jovens. Se para uns o ensino regular é o que faz mais sentido, para outros investir numa via profissionalizante traz-lhes segurança e apresenta-se como melhor opção.

Do papel à prática num “tirinho”

No caso de Diogo Ávila este período foi o de aprimorar competências, algumas que vêm de uma predisposição genética que corre no sangue. Tanto ele como os irmãos são, ou foram, atletas federados de atletismo.

Utilizou a experiência adquirida em dois anos de estágio no Clube Independente de Atletismo da Ilha Azul (CIAIA) para dar um salto em frente e inovar nas provas de corrida de fundo.

A sua PAP saiu do papel e rumou a São João da Caldeira para uma Meia Maratona por Estafetas. Inscreveram-se 14 grupos e dois atletas a título individual para a competição que marcou a manhã do feriado municipal. O albicastrense ficou satisfeito com o número de participantes e com o reconhecimento do seu projeto junto da Câmara Municipal da Horta.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura