Governo dos Açores investe mais de 300 mil euros em novo equipamento para o Laboratório Regional de Veterinária

0
6
DR

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas adjudicou hoje à empresa AB Sciex Portugal a aquisição e instalação de um equipamento de ponta no Laboratório Regional de Veterinária, que vai permitir identificar e quantificar resíduos em amostras alimentares, representando um investimento superior a 300 mil euros.

“Com esta adjudicação damos mais um passo concreto tendo em vista o reforço de competências técnicas do Laboratório Regional de Veterinária, que é absolutamente essencial para se garantir uma resposta adequada às exigências da qualidade e da segurança alimentar nos Açores”, afirmou João Ponte.

O governante destacou que a aquisição de um sistema hifenado de cromatografia líquida de ultra alta performance com espectrometria de massa tandem (UHPLC – MS/MS) permitirá implementar nos Açores uma nova metodologia de análise de moléculas nas áreas de controlo de resíduos de contaminantes ambientais, entre os quais cloratos e percloratos, e de medicamentos veterinários em animais e produtos de origem vegetal.

“Trata-se de mais uma ferramenta de extrema importância para os Açores, que possibilitará continuar a assegurar parâmetros de qualidade das produções regionais e reforçar as valências do Laboratório Regional de Veterinária”, salientou João Ponte.

O Secretário Regional frisou que, apesar dos Açores já possuírem um elevado estatuto sanitário, grandes preocupações com o bem estar animal e com produções de elevada qualidade, ficarão ainda mais capacitados para dar resposta às necessidades, tanto da produção, como da indústria.

Os serviços prestados pelo Laboratório Regional de Veterinária são imprescindíveis ao nível da implementação de planos obrigatórios de vigilância, da sanidade, da segurança e da higiene alimentar, pelo que importa continuar a investir na formação, em mais meios técnicos e em equipamentos.

No ano passado, este laboratório realizou mais de 1,2 milhões de análises.

Além das análises no âmbito dos planos oficiais de sanidade animal, de vigilância e manutenção do estatuto sanitário dos animais e dos efetivos da Região, de higiene pública e diagnósticos de doenças, o Laboratório Regional de Veterinária assegura também análises no âmbito da inspeção de alimentos e segurança alimentar.

O Laboratório Regional de Veterinária tem atualmente 73 colaboradores e está acreditado pelo Instituto Português da Acreditação (IPAC) para a realização de 56 ensaios.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO