Grupo Municipal do PS na Horta alerta para revisão do processo de testagem à Covid-19 na ilha

0
49
DR/PS
DR/PS

O grupo municipal do PS na Câmara da Horta manifestou a sua preocupação com o processo de testagem das crianças e adultos que está a decorrer na ilha, para destacar “a pouca assertividade na marcação dos testes” e alertar para a importância de se proceder a uma revisão do processo.

Para Rui Santos, líder do grupo municipal socialista, “são várias as preocupações manifestadas por alguns munícipes e particularmente pais das crianças que lamentam a pouca assertividade da marcação dos testes considerando que há um excesso de pessoas observadas à mesma hora e local, provocando longas filas e tempos de espera excessivos (2 horas) para quem está com crianças ao frio e à chuva ou ao sol”.

Numa missiva dirigida ao Presidente da Câmara Municipal, os socialistas referem que ainda esta terça-feira “a situação junto ao Hospital e no parque da Alagoa era caótico com longas filas”, considerando, por isso, a necessidade urgente de “alertar as entidades responsáveis pelo processo de testagem para que o mesmo seja revisto”.

Nesse sentido, e em nome do grupo municipal do PS na Câmara Municipal da Horta, Rui Santos sugeriu “um alargamento do horário, o recrutamento de mais técnicos para o efeito com recurso ao pagamento de horas extraordinárias se necessário, uma maior eficácia nas marcações dos testes e até um novo espaço de testagem”.