Horta e New Bedford acertam estratégias para reforço de laços

0
0
blank
DR

No ano em que se celebra o 50º aniversário da geminação da Horta com New Bedford, proclamada Cidade-Irmã a 3 de maio de 1972, o Presidente da Câmara Municipal da Horta reiterou ao mayor Jon Mitchell a vontade de estreitar as relações com New Bedford e aprofundar as ligações com a comunidade faialense emigrada na costa leste dos Estados Unidos.

“A Câmara Municipal da Horta vê na geminação com New Bedford um instrumento de preservação da história comum dos dois municípios, de valorização do acolhimento dado aos nossos emigrantes e do papel que estes assumiram em diferentes domínios na costa leste dos Estados Unidos da América”, considerou Carlos Ferreira, expressando a intenção e a honra de receber o governante norte-americano na ilha do Faial.

Na reunião, realizada por via telemática, o autarca faialense salientou ainda que no próximo ano se celebra o 65º aniversário da aprovação do ‘Azorean Refugee Act’, “tão importante diploma, com papel determinante dos senadores John F. Kennedy e John Pastore, que permitiu que milhares de faialenses e açorianos tivessem a oportunidade de melhorar a sua qualidade de vida em território norte-americano”.

“Este foi mais um passo para preparamos, em conjunto, a oportunidade de assinalar condignamente a geminação entre as nossas duas Cidades-Irmãs, bem como para celebrar os 65 anos do ‘Azorean Refugee Act’, pelo que registo com agrado a vontade também manifestada pelo mayor Jon Mitchell em levarmos a efeito este desafio”, afirmou o edil.