Ilídia Quadrado defende fortalecimento dos laços entre Portugal e os EUA

0
11
DR/PSD
DR/PSD

A deputada do PSD/Açores na Assembleia da República, Ilídia Quadrado, defende o fortalecimento dos laços entre os Estados Unidos (EUA) e Portugal, “que são especialmente importantes, com vista à recuperação económica em tempos de pandemia, e dadas as ligações históricas que existem”, adiantou.

A social democrata questionou assim o Ministro dos Negócios Estrangeiros, nomeadamente sobre uma proposta no Senado norte-americano, “que visa permitir o acesso aos vistos E-1 e E-2 pelos cidadãos portugueses”, ao que o governante respondeu que “a proposta ainda não foi aprovada, estando em processo de conciliação nas duas câmaras, pelo que se espera que a mesma venha a ser uma realidade”, explicou.

Para a deputada açoriana, o estreitar dos laços entre os dois países é, “neste momento, ainda mais premente, pois é urgente uma recuperação económica devido à pandemia que vivemos, e que implicou uma pausa a todos os níveis”, frisou.

“É preciso retomar a normalidade, e será muito importante verificar se há ou não viabilidade para se impulsionar um melhor acesso a trocas comerciais ou outros investimentos significativos. Isto atendendo também ao volume de negócios que já é feito e ao tradicional forte relacionamento entre Portugal e os EUA”, afirmou Ilídia Quadrado.

A parlamentar quis igualmente saber o ponto de situação “relativamente à mobilidade entre, por exemplo, a América do Norte e o Canadá, de onde é oriunda a maioria dos emigrantes açorianos e Portugal”

E sublinhou que é “de extrema relevância que se implementem os certificados ou regras internacionais comuns para as viagens, pois isso vai criar a confiança necessária para o incremento do turismo”.

“Isso é essencial para promover o chamado turismo da saudade, tão importante para a comunidade açoriana”, acrescentou.

A deputada do PSD/Açores na República espera assim que possa haver “uma abertura gradual com segurança, de forma a facilitar as viagens que os portugueses residentes na América do Norte e Canadá pretendam fazer para Portugal, já este verão”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO