Intercâmbio entre municípios e associações de bombeiros é mais valia para a Proteção Civil dos Açores

0
30

O Secretário Regional da Saúde afirmou hoje, na Praia da Vitória, que o intercâmbio entre municípios e associações de bombeiros é fundamental para a prontidão da Proteção Civil.

Rui Luís, que falava na sessão solene comemorativa do Dia Municipal do Bombeiro, salientou, neste âmbito, a introdução de uma vertente de formação focada no poder local, com claros ganhos para a Proteção Civil e para as autarquias pela filosofia de proximidade e conhecimento do terreno.

“A título de exemplo, destaco o curso de Planeamento e Gestão Municipal de Emergência de Proteção Civil, que, no ano passado, envolveu 145 participantes em cinco ilhas e, este ano, já foi ministrado nas ilhas de São Jorge, Santa Maria e São Miguel, estando ainda previstas ao longo de 2019 mais seis formações deste âmbito em outros concelhos”, frisou o titular da pasta da Proteção Civil.

Rui Luís sublinhou que este reforço de saberes se faz com continuidade, mas também com inovação, criando novas ofertas em função das necessidades e do progresso.

Nesta cerimónia foram homenageados vários elementos da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, a quem foram atribuídas medalhas de ‘Bons Serviços Municipais’.

Na sua intervenção, o Secretário Regional destacou a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória pela entrega de todos os elementos da corporação à causa do bombeiro voluntário, à semelhança de todos as corporações da Região.

“Espelho da prontidão desta corporação são os resultados obtidos pela equipa de Trauma nos campeonatos regionais e nacionais, tendo sido campeões do mundo, em 2017, na Roménia, vice-campeões, em 2018, numa competição realizada na África do Sul”, recordou Rui Luís.

Na sequência destes resultados, o concelho da Praia da Vitória recebe este ano o Campeonato Nacional de Trauma, entre 17 e 19 de maio, cujo apuramento dará acesso ao Campeonato do Mundo de Trauma, que vai ter lugar em setembro, em França.

“Esta prontidão dos efetivos em competições é manifestada também no terreno, em momentos críticos como os que decorrem de catástrofes naturais, e resulta de um grande investimento na formação que o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores tem levado a cabo nos últimos anos”, afirmou Rui Luís.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores regista um aumento da oferta de cursos e ações de formação dirigidas aos soldados da paz, tendo sido realizadas 114 ações no ano passado, e estando programadas 125 ações de formação para este ano.

Nestas comemorações, em que foi também apresentada a nova Escola de Cadetes, Infantes e Estagiários da Associação de Bombeiros da Praia da Vitória, Rui Luís frisou a importância destas escolas para o futuro das corporações.

“Por um lado, é uma forma de ocupar os nossos jovens, mas, por outro, é começar a criar o ‘bichinho’ do voluntariado para que no futuro possamos ter mais homens e mulheres a abraçar esta nobre atividade”, disse o Secretário Regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO