Lajenses desejam programa “Música no Forte” volte no próximo verão

0
34
blank
A primeira temporada de “Música no Forte” terminou no passado domingo, dia 21 de agosto, com a estreia nos Açores do projeto musical “A Cantadeira”. Durante oito semanas, a vila baleeira na ilha do Pico recebeu uma diversidade de artistas nacionais e estrangeiros numa curadoria da MiratecArts.
O inquérito liderado pelos jovens do programa OTLJ da Direção Regional da Juventude com a associação cultural, em que uma centena de respondentes deixaram suas dicas e sugestões, mostrou que os lajenses desejam que o programa “Música no Forte” volte no próximo ano, sendo um investimento importante para o munícipes. “As audiências, também elas diversificadas, de várias gerações e com gostos musicais diferentes, apreciaram este tipo de temporada,” indicou o diretor artístico Terry Costa. Sendo que 12% desfrutaram de todos os concertos, enquanto que 43% estiveram presentes em mais de três eventos, mostrando que mais de um milhar de pessoas visitaram o Forte de Santa Catarina para a música.
Uma parceria entre a Câmara Municipal das Lajes do Pico e a MiratecArts, “Música no Forte” marcou o regresso da música ao Forte de Santa Catarina, que durante os meses de julho e agosto, ao pôr-do-sol de domingos, atraiu centenas de pessoas vindas de todos os pontos da montanha, e turistas visitando a ilha. “Uma criação de sinergias entre duas instituições que pretendem fomentar o desenvolvimento cultural, recreativo, artístico e social do nosso concelho”, conforme destacou a Presidente do Município Lajense, Ana Brum, e que além do “Música no Forte” incluiu também o Lavadias, festival de cinema ao ar livre, e ainda o Azores Birdwatching Arts Festival, a acontecer no próximo mês de novembro.