Les Sables/Les Açores 2016 – Primeira embarcação já chegou ao Faial

0
9

O primeiro velejador da regata “Les Sables/Les Açores”Les Sables”, 2016 já chegou ao Faial. O skipper francês Ian Lipinski, a realizar a prova numa embarcação protótipo foi o primeiro a completar a primeira etapa, com o tempo de 5 dias, 21 horas, 50 minutos e 10 segundos de navegação. Segundo informação disponibilizada pela Horta Nautic, a “falta de vento, derivada do estacionamento do anticiclone dos Açores a Noroeste da ilha do Faial” atrasou a chegada dos restantes participantes. Apesar da falta de vento também o velejador italiano Alberto BONA, conseguiu completar esta primeira etapa. O velejador precisou de 6 dias, 16 horas, 42 minutos e 19 segundos para concluir travessia oceânica desde a costa atlântica de França até aos Açores. Esta clássica regata de vela da Classe Mini 6.50 “Les Sables/Les Açores/Les Sables” largou no passado domingo, 24 de julho, da costa atlântica de França é subdividida em dois segmentos, o dos protótipos e o dos iates de produção em série e agrupa, no total, 22 velejadores. A “Les Sables / Les Açores / Les Sables” é uma competição bienal para navegadores solitários, muitos dos quais profissionais e de grande exigência física que se apresenta com uma assinalável reputação desportiva internacional. Nesta sua sexta edição conta com a presença de skippers de seis nacionalidades diferentes, sendo 15 deles franceses, dois italianos, dois suíços, dois belgas e um irlandês. De acordo com a nota enviada à redação “a presente edição da regata “Les Sables/ Les Açores/Les Sables” tem sido muito competitiva, pelo tipo de embarcações em prova (veleiros minúsculos, de apenas 6,5 metros), pelo excelente leque de participantes e pelas extraordinárias condições de vento e mar, que proporcionaram navegações a velocidades relativamente elevadas, pelo menos até à aproximação da frota aos mares dos Açores”. Esta prova que liga a cidade francesa que é mundialmente conhecida por ser ponto de partida e chegada da maior aventura de circum-navegação em solitário, sem escalas e sem assistência que acontece já desde 2006, e integra o calendário oficial da Federação Francesa de Vela, bem como, pela segunda vez, o Campeonato de França para Regatas de Alto Mar em Solitário, na Classe Mini, revela a mesma fonte.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO