Lúcio Rodrigues: “Daremos movimento e colorido à baía da Horta”

0
43
blank
DR_CNH

A Semana do Mar é festa, é cultura, é gastronomia, é música e dança, mas, acima de tudo, é mar, muito mar.

Por isso mesmo, o Festival Náutico é a expressão mais genuína da festa maior dos faialenses, e o que verdadeiramente a distingue das outras. Este ano, são esperados cerca de mil participantes no maior festival náutico do país, que vai para a água hoje.

Fomos saber mais sobre o festival junto do Clube Naval da Horta (CNH), através do seu presidente, Lúcio Rodrigues.

Tribuna das Ilhas (TI) – Hoje começa mais um festival náutico da Semana do Mar. O CNH já tem tudo afinado?
Lúcio Rodrigues (LR) – O CNH, a par daquilo que tem sido o registo normal, com o seu staff, os seus colaboradores, todos aqueles que de uma forma voluntária ajudam e também com os seus atletas, está preparadíssimo para iniciar a Semana do Mar. Serão 10 dias de intenso trabalho e intensa atividade marítima lúdica e competitiva.

TI – É difícil mobilizar as pessoas e meios técnicos para a organização deste festival?
LR – É cada vez mais difícil, no sentido em que as pessoas têm mais escolhas e mais responsabilidades pessoais e profissionais, no entanto o clube tem feito este alerta junto da população local e dos seus sócios, que, na forma de voluntariado, continuam a trabalhar com o clube. É difícil, mas continua a ser possível.

TI – Quantos participantes são esperados para esta edição?
LR –São esperadas várias centenas de participantes, mas nesta fase ainda estamos a receber inscrições, uma vez que as mesmas entram sempre até às vésperas das próprias provas. No entanto, estamos a prever que as participações nas diversas provas possam rondar o milhar de pessoas.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura