Luta do governo contra a pandemia deve ser um desígnio dos açorianos

0
36
DR/PSD
DR/PSD

A deputada do PSD/Açores Ana Quental considerou hoje que as medidas levadas a cabo pelo Governo Regional na luta contra a pandemia da Covid-19 “têm evitado o aumento de surtos”, devendo constituir “um desígnio de todos os açorianos”, frisou.

Numa declaração política, a social democrata destacou que “as medidas tomadas têm evitado, sem sombra de dúvidas, o aumento de surtos, assim como o consequente estrangulamento dos hospitais, como infelizmente se tem visto no Continente Português”, afirmou.

“As cercas sanitárias, com testagem massiva das populações alvo, dão-nos um diagnóstico rápido da situação, de forma cirúrgica e seletiva”, disse Ana Quental, defendendo que “evitam-se assim males maiores ou constrangimentos para a população”.

A deputada do PSD/Açores enalteceu “a coragem que o governo teve ao fechar as escolas, passando para o ensino à distância, numa altura em que todos estavam contra. E é ver agora o que se passa em Portugal Continental, com a agravante de as escolas estarem mesmo encerradas e sem aulas à distância”, lembrou.

Num repto claro, a parlamentar insistiu no pedido “de sentido de responsabilidade e respeito pelos outros feito às populações”, recordando que “não têm sido tomadas medidas avulsas, mas sim concertadas e eficazes”.

Para Ana Quental “a gestão da pandemia por parte do governo e da Comissão criada para o efeito tem-se pautado pelo rigor científico e o estudo epidemiológico dos casos. E o sucesso está à vista, com a evolução registada no Índice Rt em Portugal, a mostrar que os Açores são a única região do país onde o mesmo está abaixo de 1 (0,93)”, referiu.

“A isso juntam-se os rastreios regulares a lares e escolas, o apoio no alojamento para quem não tem condições para o confinamento, assim como a criação de equipas multidisciplinares para intervenção e acompanhamento das populações de maior risco, que são mais valias para a vigilância e o controlo de eventuais surtos”, acrescentou.

A deputada social democrata citou o virologista Pedro Simas, “que elogiou a opção de se ter dado prioridade aos idosos na vacinação, uma boa medida e que está a evitar a sobrecarga do Serviço Regional de Saúde, bem como a proteção dos seus profissionais”.

Do mesmo modo, “nesta luta que travamos hoje, e que deverá servir para o futuro, têm de ser referidas as iniciativas de proteção à economia, com medidas de apoio, algumas já tomadas, que visam também a manutenção do nosso comércio”.

Finalmente, “e com satisfação”, Ana Quental relembrou a intenção do Governo Regional em criar legislação própria para a gestão da pandemia, mais uma medida essencial e que se saúda”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO