Nuno Manta Santos gostava que I Liga de futebol terminasse no verão

0
8
DR
O treinador do Desportivo das Aves, Nuno Manta Santos, manifestou hoje o desejo de assistir à conclusão da I Liga de futebol no verão, apesar de a expectativa depender da evolução da pandemia de covid-19.“O que sabemos todos é que teremos de esperar. Temos de estar diariamente atentos à evolução ou regressão da pandemia, mas, neste momento, nada nem ninguém pode prever o que vai acontecer. No entanto, gostaria que as últimas jornadas do campeonato 2019/2020 pudessem ser jogadas no mês de junho e julho. Era muito bom sinal”, afirmou o técnico ao sítio oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) na Internet.

Nuno Manta Santos, de 41 anos, tem encarado o isolamento como “um desafio diário”, que gera dificuldades para “manter a força, o foco e a fé” e “vai mudar a sociedade”, embora abra um leque de oportunidades para “passar mais tempo com a família”.“O futebol está sempre presente por vários motivos. No entanto, deixo aqui as minhas dicas para esta fase: brincar com a minha filha, manter a atividade física, explorar a bricolage, cozinhar, ver filmes e/ou séries, namorar. São atividades que procuro fazer a cada dia”, elencou o antigo treinador de Feirense e Marítimo.

À semelhança de outros clubes, a equipa técnica avense distribuiu “planos de treino individuais” para que os jogadores se mantenham ativos nos próximos tempos, ainda que estejam “condicionados pelo espaço e pelas condições de que cada um dispõe”.

“Devido à rapidez com que surgiu esta situação e com que tivemos de adaptarmo-nos a esta nova realidade, tendo também em conta as diretrizes do Governo e das entidades de saúde, só conseguimos estar juntos ‘online’. Converso com os capitães para perceber a realidade emocional do grupo e apurar a existência de problemas passíveis de intervenção, além de lhes pedir para se manterem otimistas”, explicou.

Os pupilos de Nuno Manta Santos vão estar de férias até 27 de abril, numa decisão acordada em 07 de abril entre o plantel e a administração da SAD, antecipando uma possível conclusão da temporada no verão e mudanças no calendário da próxima época.

Uma semana antes, o Desportivo das Aves falhou a regularização dos ordenados de atletas e jogadores referentes ao período entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, após um prazo adicional de 15 dias indicado pela LPFP.

A SAD liderada pelo chinês Wei Zhao justificou as dívidas com a paralisação da atividade económica na China, motivada pelo novo coronavírus, tendo o processo sido encaminhado para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

Os salários dos dois primeiros meses do ano começaram a ser liquidados na semana passada, mas o guarda-redes francês Quentin Beunardeau e o avançado brasileiro Welinton Júnior optaram por rescindir os vínculos com o emblema de Santo Tirso.

De acordo com os regulamentos, os nortenhos podem perder dois a cinco pontos, face aos 13 que somaram em 24 jornadas, nove abaixo da zona de salvação, numa altura em que a I Liga está suspensa por tempo indeterminado desde 12 de março.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.

Portugal regista 599 mortos associados à covid-19 em 18.091 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO