O Voo do Cagarro – O entardecer bucólico na ilha do Corvo, Açores

0
15

Num destes dias, na ilha do Corvo, ao entardecer. Passeávamos sem destino, apenas contemplando as rochas que se emaranhavam na água salgada, quase parada, e como esta se fundia com o horizonte, lá muito ao fundo.
Por entre as rochas à beira-mar, encontrámos uma que nos permitiu sentar. Descalçámo-nos. Colocámos os pés dentro de água. Apenas os pés e os tornozelos. Sentimos a frescura da água como um ligeiro e suave arrepio. Simpático.
Passados alguns minutos, apareceram umas mujinhas (tainhas pequeninas). Depois de se ambientarem, digo eu, começaram a comer alguma coisa na nossa alva e muito urbana derme. Talvez peles mortas ou animalejos que não consegui ver constituíssem o repasto para os pequenos peixinhos…

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO