Obras na Escola Secundária Antero de Quental, em Ponta Delgada, arrancam em 2020

0
9
DR

O Governo dos Açores, através das direções regionais da Educação e da Cultura, está a fazer “tudo” para que o processo de reabertura dos espaços encerrados na Escola Secundária Antero de Quental, antigo Liceu de Ponta Delgada, “seja o mais rápido possível”.

A garantia foi deixada hoje pelos diretores regionais da Educação, Rodrigo Reis, e da Cultura, Susana Costa, no final de uma reunião com o Conselho Executivo da escola, que se encontra instalada num edifício do século XIX, cuja biblioteca e outras quatro salas foram recentemente fechadas por razões de segurança.

Rodrigo Reis adiantou que, como afirmou em finais de setembro, este processo, que está a ser articulado entre as duas direções regionais na dependência da Secretaria Regional da Educação e Cultura e o Conselho Executivo, terá início em 2020.

Por sua vez, Susana Costa realçou que o encerramento da biblioteca e de outras quatro salas deste imóvel de valor patrimonial visa “a garantia da segurança das pessoas”, já que, apesar de não existir “perigo de monta”, é a medida “mais adequada”.

A Diretora Regional acrescentou que agora vai ser tratada a questão “patrimonial”, depois da erradicação das térmitas que afetam os tetos das salas em causa, a que se seguirá a consolidação das estruturas sujeitas a tratamento e eventual recuperação ou reparação das pinturas.

“É um trabalho exigente, que tem de ser realizado com muito cuidado e, sobretudo, com muito diálogo e articulação entre as direções regionais, o conselho executivo e as empresas que farão os trabalhos técnicos”, frisou Susana Costa.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO