Petição reclama fornecimento de água e energia elétrica no largo Jaime Melo

0
70
blank

Está em circulação, desde 4 de fevereiro, uma petição pública que solicita à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores que recomende à Câmara Municipal da Horta (CMH) e à EDA, respetivamente, o fornecimento de água para consumo humano e de energia elétrica no Largo Jaime Melo, nos Flamengos.

Este largo é descrito como unidade paisagística e integra o Inventário do Património Imóvel dos Açores, mas nas últimas décadas tem sofrido o abandono de alguns dos seus prédios, pelo que estão atualmente em ruína.

Apesar de se ter verificado a transmissão de algumas dessas propriedades e de os novos proprietários terem a intenção de recuperá-las, a CMH não abastece água para consumo humano neste lugar, e a EDA fornece energia elétrica de modo precário, não permitindo novas ligações à rede, dois fatores que constituem um obstáculo à melhoria das condições do edificado.

O requerente José Silveira, em declarações ao Tribuna das Ilhas, referiu que ambas as entidades têm conhecimento do problema, mas dizem não ter possibilidades, neste momento, de prestar os serviços em causa. Por isso, a petição surgiu como forma de chamar a atenção a essas entidades e trazer mais visibilidade ao assunto, pelo que há um interesse e uma mobilização dos faialenses, que gostavam de ver aquela zona recuperada, de acordo com José Silveira. A Petição online já tem 59 assinaturas, e no formato em papel rondam as 100.