Pico – Marco Costa defende maior valorização do atum pescado nos Açores

0
9
DR/PSD

O cabeça de lista do PSD/Açores pelo Pico às eleições regionais de domingo, Marco Costa defendeu ontem “uma maior valorização do atum pescado no arquipélago, sem nunca deixar de lado a exploração sustentada dos recursos do nosso mar”, afirmou.

O social democrata reuniu com a Associação de Pescadores de Atum e Similares dos Açores (APASA), auscultando e apresentando aquelas que serão “as linhas principais para a essa valorização”, num encontro onde pôde “compreender as dificuldades com que o setor se depara, dada a falta de recursos humanos habilitados. Uma resposta que pode e deve ser dada pela Escola do Mar dos Açores”, referiu.

As questões relacionadas com a pandemia da Covid-19 não foram esquecidas, “nomeadamente porque a frota em atividade navega entre os Açores e a Madeira, existindo um conjunto de questões logísticas que são complicadas, como a garantir a testagem dos pescadores quando atracam nos portos dos Açores”, alertou o candidato.

“Segundo a APASA, deve ser rapidamente criado um sistema de testagem, com recolha nos portos de atracagem, a ser implementado em conjunto com a Autoridade de Saúde Regional, para que possa haver uma monitorização rápida e segura dos profissionais daquele tipo de pesca”, explica.

Quanto à gestão da quota nacional e à afirmação das autoridades regionais junto da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), “existe uma centralização nacional das decisões, e os pescadores regionais são muitas vezes colocados perante decisões nacionais extemporâneas, e ultrapassagens das quotas de pesca”, disse Marco Costa.

“Pelo que a valorização do atum pescado no mar dos Açores merece-nos a máxima atenção, e pode ser conseguida com bons canais de transporte e comercialização, para os quais são essenciais melhores condições de transporte de atum por via aérea, nomeadamente aviões cargueiros”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO