Porque é que o Faial precisa da ampliação da pista?

0
14
TI
TI

Um comentador televisivo que tive o prazer de conhecer há alguns anos, perguntou-me esta semana “porque é que os faialenses fazem tanto barulho por causa da ampliação do aeroporto”.
Este seu contacto resultou da leitura do último artigo que publiquei neste espaço, sob o título “Aeroporto da Horta: a política do entretenimento”, no qual abordei a forma como a aspiração dos faialenses pelo aumento da pista tem sido utilizada como instrumento eleitoral por parte do Partido Socialista, com vantagens eleitorais para o referido partido, mas sem qualquer concretização ou benefício para a população desta ilha.

 

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura


De facto, tenho-me apercebido de que a luta dos faialenses pela ampliação do aeroporto e por melhores acessibilidades aéreas é conhecida a nível regional e até para além das fronteiras da região, mas os fundamentos de tal reivindicação não são, e há mesmo quem tente classificar esta necessidade como “um capricho dos faialenses”.

2 Não se trata de um capricho. Trata-se, isso sim, de uma condição nuclear para o desenvolvimento e para o futuro do Faial e desta área do arquipélago.
Uma ilha, isto é, “uma porção de terra rodeada de água por todos os lados”, se não tiver acessibilidades adequadas, fica fortemente estrangulada na sua capacidade de desenvolvimento. E o Faial é neste momento, e de há cinco anos a esta parte, uma ilha mal servida ao nível dos transportes aéreos, com destaque – pela negativa – para a ligação Lisboa-Horta.
Esta questão tem duas dimensões diferentes, mas que estão interligadas: por um lado, a incapacidade que o governo e a SATA têm demonstrado para prestar um serviço correspondente às necessidades desta ilha, dos seus empresários e da população; e por outro, a necessidade de ampliação da pista do aeroporto.

3 Quanto à necessidade de ampliação da pista, é preciso relembrar o seguinte:

– As aeronaves A320 da SATA/Azores Airlines operam no aeroporto da Horta com penalização ao nível do peso.
Esta penalização dificulta seriamente a exportação dos produtos locais, nomeadamente dos produtos frescos como o peixe e hortícolas, com grave prejuízo para a frágil economia local e, consequentemente, para a possibilidade de criação de postos de trabalho.
E é também está a causa das situações em que os passageiros chegam ao Faial e tomam conhecimento de que a bagagem ficou em Lisboa, por vezes na totalidade. Compreende-se que, tendo que optar entre deixar passageiros atrás ou deixar carga, o piloto opte por trazer as pessoas e deixar as malas em Lisboa, mas esta limitação do aeroporto transforma férias de sonho num pequeno pesadelo (sobretudo quando há crianças envolvidas) e está a manchar gravemente a imagem do Faial e dos Açores enquanto destino turístico.
– Para além de eliminar as penalizações dos aviões A320, a ampliação da pista é também crucial para permitir a operação das aeronaves que a SATA tem vindo a adquirir (A321Neo), que não podem operar no Faial nas condições atuais.
– E por outro lado, o investimento no aeroporto é ainda vital para atrair outras companhias aéreas, que venham complementar o serviço da SATA e contribuir de forma efetiva para melhorar as acessibilidades aéreas ao Faial e a esta parte do arquipélago.

4Não vou aqui abordar as questões de segurança, mas um aeroporto de maior dimensão oferece, naturalmente, melhores garantias também nessa importante vertente.
A ampliação da pista proporcionará ainda, naturalmente, uma melhoria muito significativa da performance em matéria de cancelamentos e divergências para outros aeroportos, com vantagens imediatas na satisfação dos passageiros, na redução dos encargos para a(s) companhia(s) aérea(s) e na recuperação da imagem do Faial e dos Açores enquanto destino turístico de excelência.
Por isso, mais do que uma aspiração legítima dos faialenses, e mais do que uma promessa eleitoral antiga do Partido Socialista que ganhou muitos votos em atos eleitorais sucessivos à conta dessa promessa, a ampliação da pista do aeroporto da Horta é fundamental para a mobilidade da população, para o crescimento da economia e criação de emprego, e consequentemente, para o futuro desta ilha.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO